Uber decidiu cancelar a corrida de 400 empregados em nível mundial. Foto: Pixabay.

O Uber demitiu 25 pessoas no Brasil, como parte de um corte mundial de 400 pessoas na sua área de marketing no final de julho.

A informação faz parte de uma planilha que está sendo compartilhada em redes sociais com informações de contato.

O documento traz informações como localização, disponibilidade de mudança, tempo de experiência e link para o Linkedin dos demitidos.

Os demitidos brasileiros trabalhavam em escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Em nível mundial, o corte atingiu um terço do time total de marketing, que agora emprega 800 pessoas. 

Caso a demissões no time brasileiro tenham tido a mesma proporção, o Uber ainda emprega 50 pessoas na sua área de marketing no país.

Os cortes aconteceram depois de uma mudança no Uber, que decidiu unir os times de marketing, comunicação e policy, visando resolver o problema de funções duplicadas na equipe.

Também é verdade que as ações do Uber estão em queda desde o aguardado IPO da empresa, feito em maio.

Recentemente, a companhia instituiu um congelamento de contratações, inclusive cancelando entrevistas que já estavam marcadas.