Diego Lozano, diretor regional da Seidor.

A Seidor está habilitada para vender o software de gestão de viagens na nuvem Concur da SAP.

A multinacional espanhola se tornou o que a SAP chama de “parceiro VAR”, com uma área de atuação que compreende a América Latina, Estados Unidos e Espanha.

É a segunda empresa a entrar nesse nível de parceria para o Concur no Brasil. A primeira foi a argentino-brasileira BCI, em abril.

“É importante para a Seidor na América Latina fortalecer a colaboração com a SAP, que mais uma vez confirma sua confiança na nossa experiência como parceiro de negócios”, explica Diego Lozano, diretor regional da Seidor.

Como parceiro VAR, a a Seidor pode comercializar as soluções SAP Concur e também oferecer serviços de implementação para clientes finais dos produtos, treinamentos, configuração, suporte de teste, revisão e validação, capacitação de multiplicadores internos, suporte e treinamento, bem como oferecer consultoria para clientes atuais.

A SAP comprou a Concur por US$ 8,3 bilhões em 2014 e começou a oferecer o produto no Brasil apenas em março de 2017. 

Até pouco tempo atrás, todas as vendas e implementações eram feitas diretamente pela SAP. 

O Brasil parece ser a referência no assunto Concur para a SAP, pelo menos em nível latino americano.

Em julho, Valéria Soska, ex-presidente no Brasil da Concur, foi promovida para a liderança do produto na América Latina e Caribe.

A executiva está na SAP desde 2012 e assumiu o negócio Concur no país quando da sua abertura, em 2017.

Antes, Soska era vice-presidente do programa de clientes estratégicos, em que era responsável por atender grandes organizações no país.

Muitas companhias desse perfil fizeram implementações de Concur desde então.

Em outubro de 2018, o número total chegava a 20, incluindo nomes como Taesa, Grupo Pão de Açúcar e CPFL Energia.

A Seidor fechou 2018 com um faturamento de R$ 106 milhões no Brasil, um aumento de 20% em relação a 2017.  

Não foram abertos dados do país para 2019, mas em nível mundial o faturamento foi de US$ 520 milhões, uma alta de 13%. A empresa tem 5 mil funcionários em 37 países.

A Seidor tem projetos em S/4, C/4H, Ariba e Successfactors e tem uma base importante de implementação do ERP para pequenas e médias Business One, totalizando mais de 200 entregas no país.

No Brasil desde 2013, a empresa tem filiais em São Paulo, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Vila Velha e Porto Alegre.