Empresa de recuperação de crédito adota SAS. Foto: divulgação.

A Recovery, companhia nacional especializada na gestão e administração de portfólios de créditos em atraso, adotou soluções do SAS para automatizar completamente o gerenciamento de seus dados para marketing.

A empresa implementou a ferramenta SAS Marketing Automation para agilizar seus processos de renegociações de dívidas e aumentar o número de negócios diários, resultando em campanhas mais assertivas e melhores resultados.

O projeto, de valor não aberto, foi iniciado em abril. De acordo com a companhia, os os resultados devam aparecer entre nove e doze meses posteriores à finalização do processo.

De acordo com Ignacio Dameno, head de TI e Operações da Recovery, a solução irá atender às necessidades da companhia tendo como premissa o contato estratégico com os clientes. A solução permite a execução de diferentes campanhas com base no perfil e scoring de cada pessoa e adaptá-las a partir dos resultados.

"O aumento do número de clientes nos motivou a buscarmos por uma tecnologia que nos permitisse administrar grandes volumes de dados, de maneira 100% automatizada”, conta o executivo.

Inicialmente, a ferramenta será utilizada pela Recovery na área de Management Information System (MIS) - com possibilidade de estendê-la a outras equipes.

“Certamente, se os resultados seguirem conforme o esperado, iremos expandir essa parceria”, finaliza Dameno.

Fundada em 2000 e com presença no Brasil e na Argentina, a Recovery atua em todos os segmentos de recuperação de dívida, abrangendo desde pessoas físicas não ajuizadas até créditos corporativos.

Com cerca de 200 funcionários, o trabalho da companhia consiste na avaliação de portfólio, estruturação de operações e gestão operacional.

Em 2014, o SAS Brasil cresceu 15% em receita, impulsionado por um ganho de 17% em novas licenças. Os resultados da sucursal brasileira do SAS ficaram acima do total global da companhia, que teve 2,3% de crescimento ao fechar com uma receita de US$ 3,09 bilhões. Além disso, a operação brasileira tem o maior faturamento da empresa nos países do BRIC.