O uso nas áreas têxtil, metal mecânica, saúde humana e animal serão abordados. Foto: Flickr.com/nanogloss.

Nos dias 21 e 22 de novembro, ocorre o 3º Workshop Nanotecnologias: da ciência ao mundo dos negócios em Florianópolis. O evento tem como objetivo impulsionar a colaboração entre a indústria e os pesquisadores.

“Será uma oportunidade para conhecer o mercado e avaliar as diretrizes de investimento no país, pois já dispomos de tecnologia e pessoal qualificado para atender a indústria”, comenta Leandro Berti, organizador do evento pela Fundação CERTI e secretário Executivo do API.nano.

Estarão presentes representantes do governo federal, entre eles Flávio Plentz, Coordenador Geral de Micro e Nanotecnologias do MCTI, Eduardo Pinho, da Gerência de Inovação do BNDES, e Nelson Fujimoto, Secretário de Inovação do MDIC. 

A atividade irá mostrar tendências nas áreas têxtil, metal mecânica, saúde humana e animal, além das possíveis aplicações da grafeno, material em destaque na nanotecnologia.

Há 40 grupos de pesquisa e sete empresas que fornecem soluções para a área em Santa Catarina e 11 organizações utilizam soluções com essa tecnologia.

Em 2010, o mercado mundial de nanotecnologia movimentou US$ 383 bilhões, cerca de US$ 58 milhões no Brasil. Segundo Berti, a previsão é que em 2018 esse valor chegue a R$ 3,3 trilhões.

 “O Brasil necessita de sinergia para alcançar o desafio de crescimento, e ser responsável por, pelo menos, 1% nesse mercado, ou seja, US$ 33 bilhões”, afirma.

O workshop ocorre no Fiesc (rodovia Admar Gonzaga, 2765 – Itacorubi) e é realizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), com organização da Fundação CERTI.

Inscrições gratuitas por meio do link http://workshopnano.abdi.com.br/inscricao.aspx.