A Trocafone já comercializou cerca de 30 mil aparelhos. Foto: Maxx-Studio /Shutterstock.

A Trocafone, startup paulista focada em recommerce, recebeu um aporte de R$ 12 milhões realizado pelo fundo de investimento composto por Wayra (aceleradora de startups do Grupo Telefônica), 500 Startups, Lumia Capital e Quasar Ventures.

Lançada em maio de 2014, a startup promove a compra e a venda de smartphones e tablets seminovos. Por meio de diferentes plataformas (website e pontos de coleta), a Trocafone já comercializou cerca de 30 mil aparelhos e conquistou uma receita de R$ 20 milhões.

“Estamos muito satisfeitos com o apoio dos nossos investidores. A Wayra já havia contribuído para o nosso primeiro aporte em 2014, o que demonstra a credibilidade da aceleradora no nosso negócio”, afirma Guille Freire, CEO da Trocafone.

O investimento será aplicado na consolidação da operação no Brasil e na expansão dos negócios para a Argentina e, posteriormente para outros países da América Latina. 

“Esperamos encerrar 2015 com 100 mil aparelhos comercializados”, acrescenta Freire.

A operação na Argentina foi iniciada em outubro. Segundo Freire, o perfil do país é de potencial para empresa, pois  há um gap significativo existente entre as classes sociais, o que atende aos interesses de vendedores, pertencentes às classes A/B, e compradores, das C/D.

O CEO também estima que existam 100 milhões de smartphones em circulação na Argentina, o que colabora para o crescimento do recommerce. 

Além da comercialização via website, a Trocafone também aposta na expansão do seu programa de trade-in. A empresa mantém parcerias com pontos de vendas que podem trocar aparelhos dos seus clientes por produtos novos, oferecendo descontos. 

Atualmente, a Trocafone já está presente em lojas que comercializam aparelhos das marcas Samsung, Motorola, Sony e LG. 

Para 2016, a empresa tem a meta de atingir um faturamento acima de R$ 240 milhões, além de expandir a atuação para Colômbia e Peru.

A Wayra está globalmente ligada à Telefónica Open Future, que engloba todas as iniciativas de apoio a empreendedorismo do Grupo Telefônica. No Brasil há três anos, a iniciativa já realizou investimentos diretos da ordem de R$ 5,4 milhões junto a 48 projetos digitais. 

A Wayra oferece às empresas estrutura, metoria e contato com investidores. A aceleradora é uma das parceiras do programa Start-up Brasil, do governo federal.