Steve Long, presidente da Intel América Latina. Foto: divulgação.

A Intel quer conquistar um lugar de destaque no setor de celulares, tablets e smartphones no Brasil com a chegada do 4G. Quem afirma é o presidente da Intel América Latina, Steve Long.

Embora a participação da gigante dos processadores no mercado móvel ainda seja baixa, o plano da Intel, que já fornece processadores para fabricantes do setor, é estar entre os grandes players com a chegada das novas tecnologias de internet móvel.

"Vamos brigar no 4G", sentenciou Long, conforme destaca matéria do Convergência Digital.

"Há um grande esforço para crescermos e não será diferente na América Latina", completa.

Long destacou que a empresa está em conversações com fabricantes de celulares - em especial - de feature phones - e também de smartphones, para o uso do chip Intel, batendo de frente com a Qualcomm, que já adiantou planos para a expansão do 4G no Brasil, que deve se intensificar em 2013.

"Já estamos com a Motorola Mobility, do Google, e queremos muito mais. O 4G é um caminho para sermos uma referência na mobilidade e teremos novidades em LTE ", afirma.

No setor de inovação, a Intel não divulgou planos de atuar diretamente como uma aceleradora no programa Startup Brasil, do MCTI, mas seguirá investindo em startups através da Intel Capital e da área de empreeendedorimo e educação.

Software também aparece como ponto central da estratégia na América Latina. No Brasil, informou Long, a empresa já contratou 17 profissionais, apostando na parceria com universidades e parques tecnológicos.