Martin Moreno, ex-gerente para América Latina da Autodesk.

Martín Moreno não é mais gerente para América Latina da Autodesk.

Segundo informações de fontes ouvidas pelo Baguete, o executivo argentino deixou o cargo no começo do mês.

A reportagem do site procurou a Autodesk, que não confirmou a informação ou um possível substituto.

É a segunda saída de um profissional chave da multinacional de CAD na operação latino americana nos últimos meses.

Em outubro, deixou a companhia o country manager no Brasil, Acir Marteleto.

As operações brasileiras estavam sendo comandadas interinamente por Moreno. Ambos profissionais estavam na Autodesk desde o começo dos anos 2000.

As trocas de comando na região acontecem em meio a uma mudança de estratégia  comercial da fabricante, dona de um faturamento de US$ 1,92 bilhão em 2011.

No começo do ano, foi criada a divisão Global Emerging Markets,  responsável por promover as vendas nos países do bloco BRIC – Brasil, Rússia, Índia e China – e outros mercados emergentes.

As economias englobadas na nova área representaram 17% das vendas  totais no ano passado – desse total, um quinto veio da América Latina –  e 37% das vendas de novas licenças, um indicador importante na área de software.

A empresa trabalha com metas de 30% das vendas e 50% das licenças em um futuro próximo, o que pode estar elevando a pressão sobre a alta gestão.