Soluções como o Prophix simplificam todo o processo de gerenciamento do fluxo de caixa. Foto:Shutterstock.

Você sabe quanto dinheiro há em suas contas comerciais de um dia para o outro? Você pode prever quanto dinheiro sua empresa terá em mãos no próximo trimestre? E no próximo ano? Gerenciar o dinheiro da sua empresa pode ser uma tarefa desgastante.

Com os fundos provenientes de diversas fontes, despesas comerciais surgindo constantemente, e as flutuações nos números de vendas, pode parecer impossível acompanhar exatamente quanto dinheiro sua empresa tem em cada momento.

O gerenciamento inadequado do fluxo de caixa na operação dos negócios pode levar a grandes problemas com suas finanças. Portanto, é essencial que você entenda o que é o fluxo de caixa operacional e o que ele pode dizer sobre seus negócios.

O fluxo de caixa operacional dos negócios é a quantidade de dinheiro gerado pelas operações comerciais regulares da sua empresa. Esse é um cálculo importante a ser monitorado, pois pode indicar se sua empresa deve reduzir as operações, manter seu curso ou buscar iniciativas de crescimento.

Vamos ver como calcular o fluxo de caixa da sua empresa e quais informações você pode extrair dessa métrica.

Como calcular o fluxo de caixa operacional da sua empresa

Você pode pensar no fluxo de caixa operacional como suas despesas operacionais subtraídas do seu lucro líquido, revelando então a quantidade de caixa que sua empresa realmente possui. A explicação mais simples para um fluxo de caixa operacional saudável é que sua receita deve exceder suas despesas operacionais. Quando a disparidade entre os dois números é grande, você tem dinheiro suficiente e sua empresa opera com lucratividade.

Embora essa explicação seja a mais direta, há outros fatores financeiros que também devem ser levados em consideração. A fórmula abaixo é outra maneira de explicar o fluxo de caixa operacional.

Lucro líquido + despesas não monetárias - aumento do capital de giro = fluxo de caixa operacional

Antes de determinar o fluxo de caixa operacional, é necessário calcular os diferentes componentes da fórmula:

Lucro Líquido - Lucro Líquido são suas despesas deduzidas de sua receita.

Despesas não monetárias - Isso pode incluir depreciação, ações concedidas a seus funcionários, pagamentos de impostos diferidos ou outros itens não monetários

Mudanças no capital de giro - Aumento nas contas a receber e estoques são deduzidos do lucro líquido e das despesas não monetárias. Geradores de receita, como aumentos nas contas a pagar, despesas acumuladas ou receita diferida, são adicionados à sua receita líquida e às despesas não monetárias.

Previsão do fluxo de caixa da sua empresa

Qual o sentido de calcular seu fluxo de caixa operacional em primeiro lugar? Isso é mais do que apenas outra tarefa na sua lista de tarefas. O fluxo de caixa operacional pode fornecer várias informações valiosas para sua capacidade financeira, permitindo que você tome decisões mais informadas para seus negócios. Como esses números estão mudando com tanta frequência, seu fluxo de caixa operacional pode parecer diferente de um dia para o outro.

A previsão de fluxo de caixa estima seu fluxo de caixa operacional futuro, com base em eventos financeiros projetados, como comprar um novo inventário ou adicionar um novo cliente. Uma previsão de fluxo de caixa usa dados de fluxos de caixa passados e suas finanças atuais para projetar sua estabilidade financeira nos próximos meses, trimestres ou anos. Embora uma previsão não possa ser 100% precisa devido a fatores imprevisíveis, com dados suficientes, você pode prever tendências gerais no seu negócio.

Aqui estão algumas perguntas importantes sobre a sua empresa que a previsão do seu fluxo de caixa operacional pode ajudá-lo a responder:

Qual valor você tem disponível para gastar com base na receita prevista?

Existem variações sazonais de receita que podem afetar sua capacidade de gastos?

Você precisará aumentar ou diminuir sua força de trabalho no futuro?

Sua empresa está pronta para crescer?

Se você está buscando iniciativas de crescimento, em quais recursos você pode investir para apoiar estes esforços de crescimento?

Estima-se que 82% das empresas que falham é devido à má administração de caixa. No entanto, com percepções como essas, você pode determinar o curso adequado para seus negócios e garantir que está tomando decisões informadas sobre como seu dinheiro é usado.

Gerenciamento contínuo do fluxo de caixa operacional e previsão de fluxo de caixa

Calcular o fluxo de caixa operacional e elaborar uma previsão são apenas os primeiros passos. Você precisa investir tempo e esforço para gerenciar continuamente seu fluxo de caixa operacional e manter sua previsão atualizada. Embora sejam etapas essenciais, elas ainda apresentam alguns desafios.

4 desafios comuns com o gerenciamento do fluxo de caixa

Dificuldade de projetar despesas. Empresas grandes e pequenas podem ter dificuldade em projetar despesas. Para grandes empresas, as equipes de contabilidade podem ter dificuldades para compilar todas as métricas necessárias para calcular o fluxo de caixa operacional. As empresas menores podem não ter os recursos para dedicar tempo ao rastreamento e cálculo do fluxo de caixa comercial.

Transações inesperadas. Despesas inesperadas aparecem o tempo todo. Talvez você estivesse prestes a fechar um negócio quando a venda fracassou. Talvez um dos principais equipamentos esteja danificado e precise de reparos. O rastreamento desses eventos inesperados em todos os departamentos pode ser demorado e desafiador.

Previsões imprecisas. A projeção do fluxo de caixa nos negócios depende da projeção exata de negócios fechados e da estabilidade da receita. Projeções mal calculadas podem distorcer as previsões de capacidade de gastos.

Manter constantemente uma planilha. Os fundos provavelmente estão sendo gastos por sua empresa diariamente. E, para uma previsão precisa do fluxo de caixa, você deve acompanhar todas as transações. Essa pode ser uma tarefa assustadora, tediosa e demorada, e é por isso que as equipes de contabilidade geralmente a deixam desfeita ou deixam de atualizar a previsão regularmente.

Muitas empresas lutam para prever com precisão o fluxo de caixa comercial, especialmente quando fazem isso manualmente via Excel. No entanto, há outra opção que pode tornar suas projeções de fluxo de caixa mais precisas e tirar a responsabilidade do seu prato: automação.

Automatizando o gerenciamento do fluxo de caixa da sua empresa

Se você está impressionado com o pensamento de gerenciar seu próprio fluxo de caixa comercial, não se preocupe. Os fornecedores de software desenvolveram soluções contábeis para automatizar o gerenciamento do fluxo de caixa, facilitando o processo para empresas de qualquer tamanho. Essas soluções coletam e rastreiam todos os pontos de dados aplicáveis e compilam esses dados em previsões precisas e atualizadas automaticamente.

Soluções como o Prophix, por exemplo, simplificam todo o processo de gerenciamento do fluxo de caixa, permitindo que você retorne sua atenção às operações comerciais regulares e às responsabilidades do trabalho. Cada centavo que entra ou sai da sua empresa pode ser rastreado automaticamente usando essa solução, com pouco esforço de suas equipes de contabilidade.

A automação do gerenciamento e a previsão do fluxo de caixa operacional pode melhorar a maneira como você planeja seus negócios, entende suas métricas e maximiza a eficiência operacional. No entanto, é crucial que você encontre a solução certa a adotar. Ao avaliar diferentes soluções, considere como cada opção facilitará o gerenciamento do fluxo de caixa operacional. Com um melhor gerenciamento e previsões mais precisas do fluxo de caixa, sua empresa pode tomar decisões informadas que melhorarão bastante seus resultados.

Deseja saber mais sobre o fluxo de caixa operacional? Entre em contato conosco através de nosso site