Vinícius Haikal. Foto: Divulgação.

A Peers Consulting, consultoria de negócios paulistas com planos ousados para os próximos anos, acaba de contratar Vinícius Haikal, um profissional com 20 anos de Accenture, para liderar uma área focada em tecnologia sediada em Belo Horizonte.

Haikal liderou nos últimos quatro anos a operação focada em utilities, mineração, química e óleo e gás no Delivery Center de Recife da Accenture, comandando um time de 500 pessoas focado em projetos de tecnologia.

Antes, o profissional liderou programas envolvendo SAP, desenvolvimento web, TI indústrial, nuvem e outras tecnologias dentro da Accenture.

Haikal é um nome de peso, alinhando com a meta de futuro da Peers Consulting, que poderia ser resumida com um dia virar uma grande empresa nacional de consultoria de negócios - algo parecido com o que a Accenture é em nível global.

É uma meta ousada. A Peers faturou R$ 35 milhões no ano passado, um crescimento de 70% sobre o ano anterior. Para 2023, a empresa quer chegar a R$ 100 milhões, e até 2031 na casa dos R$ 350 milhões,  de maneira orgânica e via aquisições.

A consultoria saltou de 48 consultores em 2018 para os atuais 150 profissionais o que, para seu meio, já a coloca como empresa de porte médio. A meta é chegar a 2 mil colaboradores em dez anos. 

“Para seguir o caminho natural, também está em nossa ambição estar na bolsa de valores, considerando que a Peers pode ser a primeira consultoria brasileira a ter capital aberto", avalia Marcelo Shiramizu, sócio da Peers Consulting.

A empresa tem clientes como Grupo Boticário, Cogna (Ex-Kroton), Yduqs, Alpargatas, Marisa e Grupo Fleury, atuando em seis áreas, incluindo tecnologia, mas também serviços clássicos na área de finanças, fusões e aquisições e outras.