BBM será cross-platform. Foto: divulgação.

A Blackberry anunciou nesta terça-feira, 14, que pretende levar o sua aplicação de troca de mensagens, o Blackberry Messenger (BBM) para fora de seu sistema operacional, lançando versões para iOS e Android.

Segundo o CEO da companhia, Thorston Heins, o serviço será lançado apenas com recursos de mensageria e grupos, mas será expandido para mensagens de voz, compartilhamento de tela, e o serviço de canais da BB.

O lançamento está previsto para o segundo semestre do ano.

A revelação foi feita pela fabricante canadense durante o seu evento BlackBerry Live Keynote, e foi considerada pelos analistas uma grande jogada da empresa, que pode compensar suas perdas no mercado como fabricante de smartphones e reconquistar seu prestígio com suas aplicações móveis.

"A Blackberry vai disponibilizar um de seus apps mais populares para usuários de outros telefones que não estão dispostos a migrar para a plataforma Blackberry 10. Se você ainda não viu o BBM em ação ainda, você deveria. É uma ótima experiência de chat", afirmou Mario Aguilar, do Gizmodo.

Conforme apontam analistas, a chegada do BBM a outras plataformas pode marcar a chegada de um novo killer app, em uma área que ainda está lutando para conquistar a grande parte dos usuários de smartphones.

Facebook, com o Messenger, e o Google, com o plano de unificar suas plataformas em um úncio serviço de mensagens, estão investindo no segmento. No entanto, a concorrência com outros serviços independentes, como o WhatsApp e GroupMe, ainda mostra que o mercado está disperso.

"A BlackBerry fez primeiro e fez melhor, e deveria ter lançado o BBM para Android e iOS anos atrás. Agora que todos estão focando em serviços do gênero para ocupar o vazio deixado pelo android e iOS, talvez seja tarde para a Blackberry", afirma o Gizmodo.