Caso o condutor estiver sem máscara, não poderá seguir com a corrida. Foto: Pexels.

A Uber anunciou que vai verificar se os seus motoristas estão utilizando máscaras através de uma selfie antes da corrida.

Válida para toda América Latina, Canadá, Estados Unidos e Índia, a atualização do aplicativo está programada para próxima segunda-feira, 18.

Após o motorista tirar a selfie, o app verifica a imagem e, caso o condutor estiver sem máscara, não poderá seguir com a corrida. Já o usuário será questionado quanto à higiene das mãos e ao uso da máscara.

Tanto motoristas quanto usuários poderão cancelar a viagem sem multa caso o outro não esteja utilizando a proteção facial.

Além disso, os carros não poderão mais usar ar-condicionado, circulando com os vidros abertos, e os passageiros devem sentar apenas no banco de trás – limitando a três o número de passageiros permitidos.

Segundo a empresa, as novas regras e o reconhecimento das máscaras estão planejados para funcionar até o final de junho.

Desde 2017, a Uber já utilizava a verificação por selfie para confirmar a identidade dos motoristas. Em 2019, a empresa anunciou que adicionaria a necessidade de alguns movimentos, como piscar, sorrir e virar o rosto, para garantir que a selfie é ao vivo.

Após o início da pandemia, a empresa registrou uma queda de 3% na receita global de corridas, o que gerou a demissão de 14% dos funcionários e o corte das operações de Uber Eats em oito países.