SEGURANÇA

Pipefy conquista ISO 27001

14/06/2021 10:28

Para alcançar a certificação, a empresa trabalhou em uma série de padrões.

Alessio Alionço, fundador e CEO da Pipefy. Foto: Eduardo Macarios/divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Pipefy, startup brasileira de gerenciamento de processos na nuvem, acaba de anunciar que obteve a certificação ISO 27001, que atesta as estruturas de segurança para proteção de dados.

Para alcançar o status de certificada, a empresa passou por uma série de padrões para garantir que os controles de negócios e os processos de gerenciamento executados em sua plataforma sejam adequados e proporcionais às ameaças à segurança da informação.

Segundo a startup, esses padrões servem para gerenciar a segurança de ativos, como informações financeiras, propriedade intelectual, detalhes de funcionários ou informações confiadas por terceiros.

Os recursos de segurança da plataforma Pipefy incluem permissões e autenticações, recuperação de desastres e failover, backups e monitoramento, criptografia, varredura de pentest e vulnerabilidade, resposta a incidentes, GDPR/LGPD e SOC 2.

“Ao obter a certificação ISO 27001, a Pipefy estende nosso compromisso com nossos clientes, para os quais a segurança é uma prioridade. Além disso, capacitamos os desenvolvedores cidadãos a assumir projetos mais complexos com confiança, enquanto permanece um parceiro de negócios de TI confiável e compatível”, destaca Alessio Alionço, fundador e CEO da Pipefy.

A ISO 27001 é uma norma internacional criada pela International Standardization Organization (ISO) e descreve como gerenciar a segurança da informação em uma organização, além de especificar as melhores práticas de gerenciamento de riscos. Sua versão mais recente foi publicada em 2013.

No Brasil, pouco mais de 100 empresas são certificadas, conforme a última pesquisa oficial da ISO, divulgada no início de 2019. Este número corresponde a cerca de 35% das empresas brasileiras listadas na Bolsa de Valores (B3). 

A maioria delas são consultorias especializadas em segurança, operações de data center, certificação digital e grandes companhias como a Totvs.

Apesar do baixo índice, nos últimos anos o selo aparece no topo da lista de crescimento da pesquisa anual e deve continuar avançando devido às leis de proteção de dados pessoais.

A Pipefy foi fundada em Curitiba em 2015 por Alessio Alionço, criador de um marketplace de serviços chamado Acessozero, vendido ao portal Apontador. Ela tem sedes em Curitiba e em São Francisco. 

Desde a sua criação, tem crescido mais de 300% ao ano e, atualmente, atende cerca de 15 mil clientes, distribuídos em mais de 150 países. No portfólio, estão nomes como IBM, Santander e Volvo.

A empresa já levantou US$ 60 milhões em investimentos de fundos como 500 Startups, Redpoint Ventures, Valor Capital, Founders Fund (do fundador do Paypal, Peter Thiel) e os fundadores da Zendesk, além de Insight Partners OpenView e Trinity Ventures.

Veja também

DADOS
Neoway conquista ISO 27001

Certificação chegou após um ano de adaptações, investimentos e treinamentos.

SEGURANÇA
Seal Telecom conquista ISO 27001

Após auditoria, a integradora recebeu a certificação através da Fundação Vanzolini.

SEGURANÇA
Bidweb conquista ISO 27001

Após um trabalho de adequação com a FAC Tecnologia, a certificação foi emitida pela QMS Brasil.

NUVEM
Neogrid adota Azure com Dedalus

Projeto na gigante de software de supply chain também incluiu melhorias no uso da nuvem da AWS.

PROVEDORES
Brasil TecPar compra data center em Joinville

Centro de dados inaugurado em 2012 por Neogrid e Sercompe é o maior do estado.

CERTIFICAÇÃO
Huawei conquista ISO 27001

Multinacional chinesa está presente há 22 anos no Brasil, atuando com operadoras.