A CI&T anunciou a criação da academia digital think.transform(). Foto: Divulgação.

A CI&T anunciou a criação da think.transform(). A academia digital da empresa oferece vagas que unem emprego e formação em desenvolvimento de aplicativos móveis para tablets e smartphones. 

O programa oferece inicialmente 50 vagas para profissionais experientes em TI, com ou sem experiência prévia em desenvolvimento de aplicativos móveis. No primeiro dia de trabalho, os contratados ingressarão no programa da CI&T para se formarem como desenvolvedores dessas tecnologias. 

"Escolhemos a capital mineira baseados na nossa experiência com o mercado local. A think.transform() fará parte da estrutura do escritório que a CI&T já mantém em Belo Horizonte há anos”, afirma Felipe Fávero, líder do programa think.transform().

Após a inscrição, que está aberta no site até o dia 18, o candidato fará uma avaliação online e, ao atingir a pontuação requerida, será convidado para entrevista. Os selecionados receberão propostas de trabalho para ingressar na CI&T, como CLT. 

No primeiro dia, os contratados iniciarão na think.transform() um curso de imersão prático em tecnologias mobile para soluções iOS e Android, durante dois meses em período integral, totalizando 320 horas de estudo. Após esse período de transformação técnica, participarão diretamente de projetos dos clientes da CI&T. 

"Este centro de excelência em mobile é uma iniciativa centrada em pessoas e não em dispositivos ou plataformas. Sem dúvida, profissionais experientes em TI que idealizam transformar a carreira devem se candidatar. São 50 vagas para ocupação imediata, mas este número deverá crescer até o final de 2015.", comentou Mauricio Borges, gerente de tecnologia da CI&T.

A CI&T é uma especialista em soluções digitais que atende empresas como Coca-Cola, Natura, Motorola, SulAmerica, Alelo e Banco Original. Fundada em 1995, com sede em Campinas, a empresa tem escritórios na América Latina, América do Norte, Europa e Ásia.

Em 2014, a CI&T teve uma receita de R$ 240 milhões, 20% acima do resultado de 2013. Em 2015, a expectativa é que a empresa atinja um crescimento de 38%, com o faturamento alcançando os R$ 330 milhões.