Baguete
InícioNotícias> Poli-USP e Joinville: parceria foca IoT

Tamanho da fonte:-A+A

FUTURO

Poli-USP e Joinville: parceria foca IoT

Maurício Renner
// sexta, 14/07/2017 07:15

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e a prefeitura de Joinville fecharam um acordo visando o desenvolvimento conjunto de projetos relacionados à Internet das Coisas (IoT) com o objetivo de melhorar a infraestrutura da cidade.

Udo Döhler.

O prefeito da cidade catarinense, Udo Döhler, esteve no Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da Poli assinando o termo de intenções com o diretor da Poli, José Roberto Castilho Piqueira.

“Pretendemos triplicar os índices econômicos e sociais da cidade em 30 anos, e fazer com que ela seja considerada uma cidade inteligente no futuro”, afirma Döhler.

Döhler, ex-presidente da indústria têxtil Döhler S/A e prefeito reeleito da maior cidade de Santa Catarina, com pouco mais de 500 mil habitantes, não está fazendo pronunciamentos no vácuo. 

Uma das cidades pólo da indústria e da TI catarinense, Joinville está em meio a uma série de movimentações em torno de temas como Indústria 4.0, e, por tabela IoT.

Em agosto do ano passado, a cidade passou a sediar a Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), formada pela Fiesc em parceria com a Pollux Automation e a Embraco. 

Internet industrial é um termo chave na Indústria 4.0, tendo que ver com os padrões abertos necessários para implantar tecnologias como IoT em grande escala. 

Os catarinenses estão seguindo de perto os passos da Consórcio de Internet Industrial - IIC, uma iniciativa criada em 2014 nos Estados Unidos, com o mesmo fim, com fundadores como AT&T, IBM, GE e Intel.

Também no ano passado, foi lançado na cidade o Laboratório de Mineração de Dados, uma parceria entre o Inovaparq, parque tecnológico de Joinville e o Instituto Miguel Abuab, iniciativa de promoção a inovação ligada ao fundador da Neogrid. Avaliar grandes volumes de dados, é claro, é o próximo passo depois de gerar eles através de sensores.

A Inovaparq é mantido pela Fundação Educacional da Região de Joinville (Furj) e gerenciado por duas instituições de ensino: Universidade da Região de Joinville (Univille) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O agito não passa em branco fora do país: Joinville foi considerada a melhor da América do Sul no ranking “Top 10 Mid-sized American Cities Of The Future 2017/18”, um estudo da fDi Intelligence, uma divisão de pesquisa do prestigiado jornal inglês Financial Times.

A Poli, por sua parte, é uma das instituições de ponta no país e vem trabalhando com o conceito de IoT, em projetos feitos com a Huawei.

Maurício Renner