O Serpro vai investir R$ 188 milhões na construção de um novo data center em São Paulo.

A empresa abriu nesta terça-feira, 14, a consulta pública para a primeira das 11 licitações programadas no processo de compra.

A previsão é que as obras comecem em janeiro de 2013 e terminem em dezembro de 2014.

A licitação inicial será voltada para as obras civis e instalações prediais, compreendendo todos os materiais, equipamentos, mão de obra e impostos. Mais da metade do investimento será aplicado nas obras e na parte elétrica do local.

De acordo com nota do Serpro, o novo data center terá um SLA de apenas 24 minutos fora do ar por ano – disponibilidade de 99,995% - o que configura um data center Tier 4, com redundância total para toda a parte elétrica e de refrigeração.

A certificação colocará a estatal federal de processamento de dados num nível acima da oferta disponível na iniciativa privada, que até o momento só oferece centros Tier 3 no país por meio da Alog, Ativas e T-Systems, todas certificadas pelo UpTime Institute na América do Sul.

O futuro ambiente de São Paulo será o quarto centro de dados do Serpro. Atualmente, a empresa conta com um em São Paulo, com área construída de 1.000 m²; um em Brasília, com 2.500 m²; e um no Rio de Janeiro, com 200 m².

O novo data center ocupará um terreno de 11.000 m², com 2.000 m² de área de produção. Será usado para suprir demandas existentes e para ampliar a capacidade do Serpro de absorver outros contratos, com requisitos maiores, afirma a estatal.

Estão previstos ainda no projeto aspectos verdes, como a um sistema de condensação em circuito fechado, o que diminui a reposição de água. A água da chuva será reaproveitada para o jardim e banheiros, e a iluminação será de baixo consumo e alto rendimento com reatores eletrônicos.