Android perseguido pelas pragas. Foto: flickr.com/photos/@N08

Mais da metade dos aparelhos com sistema operacional Android estão susceptíveis a ataques de criminosos, segundo estudo da Duo Security, empresa especializada em segurança digital.

Conforme a pesquisa, a maioria dos equipamentos com o sistema do Google possui alguma brecha que permite a instalação de malwares.

O levantamento se baseou em resultados de testes feitos a partir do aplicativo X-Ray, que a Duo Security distribuiu e que permite escanear os dispositivos para verificar falhas de segurança.

A companhia escaneou mais de 20 mil equipamentos, nos quais detectou que “o número de vulnerabilidades é grande”.

Outro dado apurado pela Duo Security é que os usuários não se importam em instalar softwares que corrijam falhas do Android.

O Google, até agora, não disse nada sobre o tema.

PREOCUPANTE
Um estudo divulgado pela F-Secure em agosto passado identificou a existência de 19 novas famílias de malwares para Android, além das 21 variações de vírus antes existentes.

Das novas, grandesão trojans, como OpFake e FakeInst.

O levantamento identificou que as ameaças no período cresceram 64% no período, em relação ao trimestre anterior.

Foram mais de 5 mil ameaças em pacotes de aplicativos APK (Android Application Package Files) no período, enquanto a quantidade de vírus criados para roubar dados de usuários de tablets e smartphones chegou a 67,2%.