Márcio de Britto, um dos sócios da LM2. Foto: Divulgação.

A Constat e LM2, duas companhias gaúchas com experiência em infraestrutura de TI, acabam de anunciar uma fusão, formando a ConstatLM2.

As duas companhias tem atuações complementares, com a Constat tendo um viés mais forte de serviços, com atuação em gestão de projetos, oustsourcing, monitoramento e assistência técnica de hardware, além de ter um produto próprio de gestão de service desk, o Qualitor.

Já a LM2 tem um foco maior em middleware e segurança da informação, representando produtos de empresas como Red Hat, Trend Micro, Microsoft, Oracle, Forcepoint e VMware, entre outros.

As duas empresas não abrem faturamento. A Constat tem mais tempo de mercado (25 anos, contra 13 da LM) e funcionários (130 x 20), mas, pelos diferentes modelos de atuação, as companhias tem uma base de clientes similar, na faixa das 200 organizações.

“A Constat e a LM2 são duas marcas com muita força e solidez no mercado de TI. O resultado dessa união estratégica é uma empresa ainda mais preparada para atender às exigências do mercado”, afirma Márcio de Britto, um dos sócios da LM2. 

As companhias atendem a clientes importantes no estado, como TRT 4, Benoit, Sicredi, AGCO, Midea Carrier e Braskem.

As mudanças do processo de fusão estão ocorrendo de forma gradual. Na nova companhia, Britto assume o cargo de diretor de operações. Seu sócio na LM2, Alexandre Engler, será o diretor de negócios.

Da parte da Constat, o sócio Ricardo Conte assume como diretor financeiro. Fabiano Raupp, diretor de TI da Constat, assume como diretor de TI e Qualidade na nova empresa.

Donald dos Reis e Juliano Statdlober, os outros dois sócios da Constat, serão os dois primeiros integrantes do conselho de administração da empresa, dando apoio às diretorias.