Plano da Taxiplon é cobrir todas as capitais até a Copa. Foto: flickr.com/photos/@N00

De olho no mercado aberto para as plataformas mobile para o uso de taxis, a Taxiplon se apresenta com a sua solução no ramo, com o objetivo de estar em todas as sedes da Copa até 2014.

Desenvolvido como uma plataforma mundial – a sede da startup fica na Grécia – o aplicativo permite que o usuário peça seu táxi pelo smartphone, tablet ou computador.

Para o taxista, com um smartphone com 3G e GPS, é possível disponibilizar seu serviço pela plataforma.

Gratuita para o usuário e com um custo de R$ 60 mensais para os taxistas filiados, a aplicação está disponível para iOS e Android.

COMO FUNCIONA

Depois que o cliente finaliza o pedido, o motorista tem um minuto para aceitar a corrida. Em seguida, o usuário fica apto a acompanhar o percurso do táxi.

O cliente também pode visualizar detalhes de identificação, como nome, placa do carro e quantos metros de distância que o veículo está do cliente até o destino de busca.

O usuário também pode mandar mensagem tipo SMS ou ligar para o motorista caso necessite cancelar o pedido ou haja algum tipo de imprevisto.

Outro diferencial, conforme aponta a empresa, é que usuário pode criar sua própria lista de motoristas favoritos e participar de um programa de pontos que podem ser trocados por prêmios e benefícios.

CIDADES

O aplicativo já está em funcionamento em Aracaju, onde fica o escritório nacional da empresa. Segundo Jose Carlos Bezerra, gerente de vendas da companhia, cerca de trinta taxis já usam a tecnologia.

“O plano é aumentar essa base para cem táxis até o final do ano e levar a tecnologia para outras capitais”, revela, completando que em Curitiba a tecnologia está em fase inicial de implantação.

São Paulo e Belo Horizonte são as próximas da lista.

Atualmente, o país conta com uma frota de aproximadamente 100 mil táxis.

Conforme explica Bezerra, o Taxiplon já está em testes em outras cidades no planeta, como Nova York e Los Angeles.

“Desenvolvemos uma plataforma para que o usuário possa acessar o serviço em qualquer lugar que tenha motorista cadastrado”, afirma.

COPA

A previsão da empresa é credenciar franqueados para atuar nas capitais até maio,  estabelecendo uma frota para a Copa das Confederações.

Para intensificar a aceitação do Taxiplon junto aos turistas que chegarão com a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, a empresa está firmando parcerias com operadoras de viagens na Europa.

“Assim, quando comprar um pacote para vir ao Brasil o cliente já terá conhecimento que poderá solicitar taxis usando o Taxiplon”, planeja o gerente.

Para a Copa do Mundo, conforme estimativa do Ministério do Turismo, são esperados cerca de 600 mil turistas.