A cidade de Nova York vai receber uma sede da Amazon. Foto: Pexels.

A Amazon tomou uma decisão sobre a sua segunda sede oficial (headquarter - HQ). A empresa anunciou na terça-feira, 13, que vai dividir o projeto da HQ2 em dois locais: Nova York e Arlington (Virgínia).

Cada escritório receberá aproximadamente metade dos 50 mil funcionários e do investimento prometido para o projeto.

"Esses dois locais nos permitirão atrair talentos de nível mundial que nos ajudarão a continuar inovando para os clientes nos próximos anos. A equipe fez um ótimo trabalho ao selecionar esses sites e esperamos nos tornar uma parte ainda maior dessas comunidades”, diz Jeff Bezos, CEO da Amazon, em comunicado. 

A cidade de Nova York ofereceu à Amazon US$ 1,5 bilhão em incentivos fiscais diretos, com base nos 25 mil empregos que a empresa prevê criar na área. Já a Virgínia prometeu à empresa US$ 573 milhões em troca da ida para o local.

Na terça-feira, a Amazon ainda divulgou planos para um novo escritório em Nashville, no Tennessee, onde a companhia pretende contratar 5 mil pessoas e investir US$ 230 milhões. A Amazon  chama a nova unidade de "Centro de Operações de Excelência". A companhia pode receber até US$ 102 milhões em incentivos fiscais no local.

A saga do HQ2 começou em setembro de 2017, quando a Amazon fez seu pedido oficial de propostas para cidades interessadas em receber sua segunda sede.

No pedido, a Amazon prometeu 50 mil empregos e US$ 5 bilhões em investimentos para a nova cidade anfitriã. Quase todas as principais áreas metropolitanas dos EUA fizeram uma proposta, o que gerou dados sobre um grande número de cidades americanas para a Amazon

Em dezembro, a Amazon reduziu a lista para 20 locais, mas não relatou detalhes sobre o processo de seleção.

A seleção de duas cidades não fazia parte do plano proposto pela Amazon para o HQ2. Uma pequena nota na parte inferior do pedido de propostas da Amazon, no entanto, incluiu essa possibilidade.

"A Amazon pode selecionar uma ou mais propostas e negociar com as partes que submetem tais propostas antes de tomar uma decisão de adjudicação, ou pode não selecionar nenhuma proposta e entrar em nenhum acordo", afirmou.

Para a empresa, estar em dois locais possibilita o recrutamento de mais profissionais qualificados. "Estas são cidades fantásticas que atraem muitos talentos", justifica a empresa, em nota.