Positivo First chega por R$ 399. Foto: divulgação.

A Positivo Informática uniu forças com a Intel para seu novo modelo em smartphone, o First S410, modelo destinado ao segmento de entrada com o preço de R$ 399.

O aparelho conta com processador Intel Atom x3 (Dual-Core) e 8GB de memória interna, que pode ser expandida até 32GB com cartão microSD. Rodando com a versão 5.1 (Lollipop) do Android, o handset tem 1GB de RAM e tela de 4 polegadas, com resolução 800 x 480 pixels.

Por ser um aparelho em uma faixa mais baixa de preço, o dispositivo conta apenas com conectividade 3G, Wi-Fi e Bluetooh 4.0. As características das camêrais frontais e traseira não foram divulgadas.

Já disponível no mercado, o novo aparelho pode ser encontrado em uma oferta exclusiva com a TIM e parceiros da fabricante no varejo físico.

O lançamento do First é a tacada da companhia brasileira para as camadas mais baixas do mercado de smartphone. No mês passado, a empresa lançou dois novos aparelhos, o X435 e o S455, de olho na faixa intermediária de preço.

Os modelos complementam o portfólio da operadora junto a outros smartphones de faixa de preço intermediária, como o Positivo Octa X800, e modelos de entrada como o X400 e S550.

Além disso, a Positivo também tem participação na Quantum, marca alternativa de telefones com foco em design e preço intermediário, rivalizando com players como Xiaomi.

No plano geral das coisas, a divisão de smartphones é uma grande aposta da Positivo para garantir seu crescimento futuro em meio a um cenário estagnado para os PCs.

O foco da Positivo é semelhante ao da Intel, que está gradativamente buscando novas fabricantes de smartphones para vender seus chips. No Brasil, marcas como Asus estão apostando na marca, como foi no caso do Zenfone 2.

Em 2014, a Positivo teve um crescimento de cerca de 200% em sua operação de smartphones em relação a 2013, com uma receita de cerca de R$ 42,3 milhões com estes produtos, uma fatia ainda pequena no faturamento de R$ 2,3 bilhões que teve no ano.de R$ 2,3 bilhões que teve no ano.