Recepção da SulAmérica. Fraudes não passam. Foto: Divulgação.

A SulAmérica, uma das maiores seguradoras do país, está usando inteligência artificial (IA) e análise de dados para agilizar seus processos de envio e reembolso de sinistros, em um projeto desenvolvido pela Accenture.

O foco é identificar casos de fraude mais rapidamente, por meio de uma solução rodando na nuvem do Google que utiliza as linguagens de programação Python, R e H2O, sendo essas duas últimas tecnologias open source voltadas para a construção de modelos estatísticos e análise de grandes volumes de dados.

Na camada de visualização dos dados, a Sulamérica está usando a solução da Tableau.

“O sistema elevou a detecção de desvios e desperdício muito acima de níveis ao alcance de operadores humanos”, afirma Marco Antunes, vice-presidente de Operações, Digital e Inovações da SulAmérica.

Foram testados no projeto mais de 500 modelos e dados de procedimentos de saúde integrados, em várias regiões do Brasil, para criar um processo mais eficiente para sinistros e reembolsos aos provedores de saúde.

O tempo investido tem sua razão de ser. A estimativa é que os desvios nos seguros de saúde custam às seguradoras brasileiras cerca de R$ 28 bilhões por ano. 

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar, a fraude encarece os procedimentos médicos para os pacientes em até 30%.

A SulAmérica tem mais de 7 milhões de clientes por meio de produtos e serviços de saúde, odonto, vida, previdência e investimentos.  A companhia registrou lucro recorde de R$ 1,2 bilhão e receitas operacionais de R$ 22,3 bilhões em 2019.

A Accenture é uma das maiores empresas de consultoria empresarial do mundo, com cerca de 5 mil funcionários no Brasil.

Nos últimos tempos, a gigante parece estar dando atenção para o setor de tecnologia no Brasil.

Em agosto, fechou a compra da Organize, companhia brasileira que está entre as maiores parceiras ServiceNow, da multinacional americana de software de gerenciamento de serviços na nuvem.

Em novembro, contratou Fernando Jorge Bittar, ex-chief marketing officer e diretor de alianças da Tivit, para assumir o cargo de diretor de vendas da Accenture do Brasil.