Estaleiro Rio Grande é um dos projetos da Lamb. Foto: divulgação.

A Lamb Engenharia acaba de implementar a plataforma de gestão de processos, documentos e identidades da Totvs, o Fluig

A construtora gaúcha, que, segundo ranking da revista especializada O Empreiteiro é a 22ª mais bem classificada em receita bruta entre as construtoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná é o primeiro case do Fluig divulgado pela Totvs.

Lançado em agosto do ano passado, a ferramenta da Totvs é hospedada na nuvens e integra funcionalidades de GED, workflow, BPM, ESB, IDM, mall e analytics com uma apresentação com conceitos de rede social.

O Fluig pode rodar sobre outros sistemas de gestão além dos da Totvs, como é o caso da Lamb, que usa o ERP especializado em empresas de construção da paulista Mega Sistemas e processa a folha de pagamento com software da catarinense Senior.

“A plataforma vai conferir rapidez no acesso e segurança às informações. A funcionalidade de gestão eletrônica de documentos, por exemplo, vai nos ajudar a agilizar a gestão de contratos de engenharia, assim como do departamento pessoal e de recursos humanos”, afirma Júlio Bratz, gerente de Suprimentos da Lamb Engenharia.

As informações dos canteiros de obra serão centralizadas no Fluig, o que possibilitará acesso aos dados a qualquer hora e em qualquer local por meio de dispositivos móveis. 

A centralização das informações será ainda mais efetiva com a funcionalidade de Gestão de Identidades do Fluig, o Identity. 

Com faturamento de R$ 1,4 bilhão em 2012, a Totvs tem 55,4% de market share em ERP no Brasil e 35% na América Latina, sendo a líder, conforme o Gartner.

A Lamb tem clientes como Aracruz, Gerdau e Petrobrás. Um dos projetos de maior visibilidade no qual a empresa está envolvida é o Estaleiro ERG2, no complexo do Porto de Rio Grande.