O professor Almir Vicentini passou a integrar o conselho de administração do Schoolastic-App. Foto: Divulgação.

O professor Almir Vicentini passou a integrar o conselho de administração do Schoolastic-App, aplicativo que cria uma interface de comunicação entre escolas e pais de alunos. 

Mestre em Educação pela PUC-SP, Vicentini é o autor do livro “Gestão Escolar – Dicas Corporativas”, indicado pelo Portal do Professor do MEC na área de gestão educacional. 

Especialista e pesquisador em  educação do século 21 pela Singularity University, dos EUA, pós-graduado em pedagogia e administração pela FGV-SP, Vicentini também é conselheiro e membro titular do Conselho Municipal de Educação da Cidade de São Caetano do Sul.

“O universo da educação está passando por grandes transformações e boa parte dessas mudanças chega associada a soluções tecnológicas inovadoras, que aproximarão pais e escolas. Minha participação no Schoolastic-App visa compartilhar com o mercado, através da ferramenta, a visão que estruturei durante os mais de 30 anos atuando neste segmento”, afirma Vicentini.

A plataforma tem como diferencial de mercado o levantamento das competências sócio-emocionais dos alunos, produzinfo indicadores sobre conhecimentos e inteligências múltiplas que são disponibilizados aos pais.

“Fui cativado pelo objetivo deste projeto, que defendo há anos em minhas publicações e palestras, de que as tecnologias que ajudam a compreender as características dos alunos a partir de suas ações no dia a dia são o futuro da educação em todo o mundo e permitirão que escolas e famílias possam ajudar os alunos a trilhar a estrada do sucesso”, explica Vicentini.

O conselho de administração do app também conta com Marco Nascimento, diretor da Neoleader, e Eduardo Brunetti, consultor de mercado na área de tecnologia da informação.

Brunetti é especialista da SAP na Indústria de Seguros e já atuou como PMO na Resource, com foco em soluções SAP. O profissional foi gerente de projetos em companhias como Maritima Seguros, Porto Seguro e Unisys.

O Schoolastic-App, lançado em 2015, reúne mais de 10 mil alunos de diversas escolas.

Segundo Luiz Orlandini, diretor executivo do app, o caráter inovador da tecnologia é que ela torna transparente para os professores e pais a forma como o cérebro do aluno prefere pensar e se posicionar em relação ao mundo. 

Este conhecimento pode ser utilizado para potencializar as técnicas de ensino, além de ser repassado aos pais diretamente pelo celular:

“Os pais conseguem saber diariamente como vai o desempenho dos filhos na escola, além de poder analisar periodicamente quais são suas características mais desenvolvidas a partir dos indicadores que são gerados em função das informações registradas pelos professores.”, explica Orlandini.

A startup tem apoio da IBM, que por meio do programa mundial IBM Global Partner fornece os serviços da Softlayer, plataformas sobre as quais rodam a plataforma Schoolastic.