Fabricante paranaense investirá menos este ano. Foto: divulgação.

A paranaense Positivo Informática anunciou que investirá R$ 40,3 milhões em 2013, 38,4% a menos do que o valor gasto no ano passado.

Segundo informa o Valor, a expectativa da companhia é aplicar R$ 21,2 milhões em pesquisa e desenvolvimento (P&D) e R$ 15,5 milhões em outros investimentos.

Os investimentos da fabricante de PCs em 2012 foram de R$ 24,4 milhões em P&D e de R$ 36,4 milhões em outros investimentos, como compra de equipamentos para a ampliação das fábricas de placas em Curitiba e a abertura de uma unidade na Argentina.

De acordo com a fabricante, 2013 terá menor necessidade de verticalizações em sua operação e o foco será na geração de caixa do negócio de hardware.

Além de revelar os planos de gastos para 2013, a empresa também divulgou seus resultados no último trimestre de 2012, em que teve um lucro líquido de R$ 9,4 milhões, 79,4% a menos que o mesmo período no ano anterior.

A receita líquida ficou em R$ 685,6 milhões, alta de 11%.

De acordo com o Valor, a companhia superou as previsões com estes números. Analistas do Bradesco projetaram uma alta de 7,3% na receita, fechando o ano em R$ 662,3 milhões, com lucro 82% menor, de R$ 8,4 milhões.

A consultoria Credit Suisse estimou receita de R$ 633 milhões, 2,4% acima do apurado no quarto trimestre de 2011, com lucro de R$ 5,3 milhões, ou 88,4% a menos.

EMPRÉSTIMO

Em fevereiro a Positivo tomou um empréstimo de R$ 173,1 milhões junto ao BNDES.

O financiamento será usado plano de inovação da companhia, com foco em atividades de pesquisa e desenvolvimento, novos produtos, convergência digital e smartphones.

Adicionalmente, uma parte dos recursos apoiará a modernização da infraestrutura industrial e de TI da companhia.

O empréstimo terá carência de dois anos e será dividido em três subcréditos com condições diferentes entre si.