Manuel Andrade, CEO da Padtec. Foto: Divulgação.

O Google contratou a Padtec para gerenciar e executar a implantação da rede submarina de alta velocidade que interligará Rio de Janeiro e São Paulo. 

O cabo submarino, batizado de Júnior (em homenagem ao pintor e desenhista brasileiro José Ferraz de Almeida Júnior), ligará a Praia da Macumba, no Rio de Janeiro, à Praia Grande, na Baixada Santista.

A solução turnkey, fornecida pela Padtec, terá aproximadamente 390 quilômetros de extensão e oito pares de fibra. O cabo Júnior se interconectará com outros operados pelo Google, com o objetivo de ampliar a infraestrutura de transmissão de dados na América Latina. 

Serão fornecidos para o sistema os equipamentos da plataforma LightPad i6400G da Padtec, baseada na tecnologia DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing).

“Estamos orgulhosos em participar de um projeto de tamanha relevância e em atender um cliente como o Google, em um espirito de parceria tecnológica. Estamos felizes por se tratar de uma solução desenvolvida com tecnologia nacional, elevando a qualidade da engenharia brasileira a níveis similares ao que há de mais avançado no mercado mundial”, afirma Manuel Andrade, CEO da Padtec.

Resultado de quatro anos de desenvolvimento tecnológico, o repetidor submarino da Padtec foi testado e qualificado para suportar ambientes severos ambientes e altíssimas pressões. O equipamento faz parte da solução turnkey para sistemas submarinos da Padtec, que abrange a elaboração, gerenciamento e execução do projeto, incluindo a contratação de parceiros.

A conclusão da instalação e início da operação do sistema submarino São Paulo-Rio de Janeiro está prevista para o segundo semestre de 2017.

A Padtec registrou um faturamento de R$ 347,31 milhões em 2014, resultado mais recente divulgado pela empresa. Apesar da alta de 21,3% na receita, o EBITDA ficou negativo em R$ 12,8 milhões.