O pagamento é feito por cartão de débito, crédito ou boleto bancário. Foto: Divulgação

A prefeitura de Florianópolis, junto a secretaria de mobilidade urbana, instalou na região central da cidade um novo sistema de Zona Azul (estacionamento pago) com soluções da Dom Parking.

Agora, os motoristas poderão adquirir créditos, administrar o tempo e fazer check-in ou check-out quando estacionar através do site ou aplicativo para smartphones da empresa.

A licitação resultou na implantação de 140 parquímetros eletrônicos para atender a mais de 3,4 mil vagas da região central de capital catarinense.

O app, disponível para Androids e iOS, permite que o usuário acesse sua conta e administre seus créditos. Como o sistema é controlado pela plataforma online, não é necessário colocar nenhum comprovante nos veículos nem mesmo nas motocicletas.

O pagamento é feito por cartão de débito, crédito ou boleto bancário. Ainda existe a opção de débito automático para os usuários que autorizarem esta modalidade. Neste caso, basta estacionar o carro que o monitor realiza todo o procedimento.

O valor por hora é de R$ 2 para carros e R$ 1 para motocicletas.

No entanto, os monitores e pontos de vendas não foram extintos. Há 153 funcionários que já foram treinados e estão aptos a prestar informações ou comercializar o cartão pré-pago. Esses funcionários foram munidos com um smartphone, carregador portátil e impressora.

Apesar de não revelar o investimento na tecnologia, a Dom Parking ficou responsável por toda a implantação, sinalização e manutenção das vagas de Zona Azul na região central de Florianópolis.

Até o final do ano, a concessionária irá expandir o atendimento a 5.148 vagas, onde serão implantados 240 parquímetros. Em licitação, a Dom Parking repassa à prefeitura da cidade R$ 80 por vaga, totalizando R$  411,8 mil mensais em “aluguel” pelas vagas que atendem. A prestação de serviço terá duração de dez anos.

Criada em fevereiro de 2013, a Dom Parking é uma associação entre os sócios Francine Shatzman, de Florianópolis e o mineiro Ricardo Rezendo.

Além da prefeitura de Florianópolis, a empresa atende as cidades de Balneário Camboriú, a 80 quilometros de Florianópolis, e Itabuna, a 426 quilometros da capital bahiana.