Wittel tem quatro diretores, três deles recém contratados. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Wittel, uma das maiores integradoras de soluções de comunicação brasileiras, fez uma mexida forte no time, eliminando a posição de CEO e contratando três novos diretores de uma tacada só.

Dagoberto Gabriel, contratado para assumir o cargo de CEO em setembro de 2019, saiu da empresa pouco mais de um ano depois.

Depois disso, os sócios parecem ter decidido mudar a forma de trabalhar, colocando a empresa sob o comando de um comitê executivo, com os diretores contratados e os sócios do negócio, que preferem não aparecer.

Foram três contratações para a diretoria, todas de executivos experientes: Ricardo Gorski, como diretor de Vendas e Marketing; Alexandre Sona, diretor de Tecnologia e Soluções e  Emerson César, diretor de Customer Experience. O diretor Financeiro permanece Diego Magalhães, na empresa há sete anos.

Dos novos contratados, Gorski foi country manager da Genesys e vice de vendas na Aspect, duas empresas de tecnologia para contact center com as quais a Wittel trabalha.

Alexandre Sona vem do cargo de COO na Nova Vida TI, especializada em criação de data centers, e tem passagens por cargos de diretoria na área de tecnologia da UpLexis e de gerência no Itaú e EDS.

Já Emerson César vem da Alelo Brasil, onde era gerente de serviços para cliente e canais digitais. Antes, passou pela Mutant e Bradesco, em cargos de gerência.

Fundada no começo dos anos 90, a Wittel trabalha com tecnologia da Cisco, Genesys e Altitude, entre outras.  A empresa tem 600 clientes e cita no seu site nomes de peso como Banco Original, Natura e Avianca.