Melhorias em segurança, desempenho e gerenciamento marcam o lançamento da terceira geração da plataforma de processadores Intel Core vPro.

Em gerenciamento, a tecnologia Intel Active Management Technology (AMT) permite a detecção e gestão remota de problemas computacionais, sendo indicada para comerciantes com máquinas de autoatendimento, sinalização digital ou outros dispositivos de campo.

“Com um atendimento típico de TI custando em média US$ 200 em ambiente comercial, é possível economizar milhões de dólares em serviço com o gerenciamento remoto de milhares de sistemas via Intel AMT”, afirma Rick Echevarria, VP do grupo de Arquitetura Intel e gerente da Divisão de Plataformas para Clientes Empresariais.

A linha também conta com características de segurança embarcadas como gestão de ameaças, identidade e acesso, proteção de dados e monitoramento e remediação, já com foco em verticais como varejo, saúde e industrial, entre outras.

Conforme Echevarria, as novas capacidades dos chips propiciam segurança em cada camada, incluindo o silício.

Vêm embarcados, ainda, o Intel Identity Protection Technology, com infraestrutura de chave pública, e uma segunda camada de autenticação em PCs que permite que websites e redes corporativas validem um usuário legítimo se logando por meio de um computador com chave privada pré-armazenada no firmware.

“Também temos trabalhado com provedores de soluções e propriedades web online como Feitian, InfoServer, Symantec e Vasco para aproveitar a tecnologia Intel IPT como a proteção final da identidade do usuário”, afirma Echevarria.

A mais nova versão da plataforma do Processador Intel Core vPro conta, ainda, com a Intel OS Guard e a Intel Secure Key.

A Intel Secure Key, com a Intel AES New Instructions, protege mídia, dados e bens contra perda, enquanto o Intel OS Guard detecta e previne o malware.

Ferramentas de segurança da McAfee também reforçam a plataforma Core vPro, como o ePO Deep Command, que permite a troca segura de dados entre ecossistemas muito conectados, como do segmento de saúde, entre consultórios médicos, laboratórios, hospitais e pacientes.

“Sistemas para a computação industrial também se beneficiam, com múltiplas funções de automação em uma plataforma única para gerenciamento de todos os dispositivos que, uma vez conectados, permite aos gerentes das fábricas coletar dados em tempo real”, destaca o VP de Engenharia.

Em desempenho, a linha traz melhorias no poder de processamento necessário para rodar aplicativos de análises em tempo real, como a Intel Audience Impression Metrics Suite.

Trata-se de uma tecnologia de detecção de audiência projetada para soluções de sinalização digital e varejo que necessitem da coleta instantânea de dados para oferecer propagandas mais direcionadas e avaliação avançada.

* Maurício Renner cobre o Intel Developers Fórum em São Paulo a convite da Intel