Baguete
InícioNotícias> Spryker entra no mercado brasileiro

Tamanho da fonte:-A+A

E-COMMERCE

Spryker entra no mercado brasileiro

Júlia Merker
// segunda, 15/06/2015 10:14

Focada no mercado de plataformas de e-commerce, a startup alemã Spryker acaba de chegar ao Brasil por meio da Project A Ventures.

Klederson Bueno, founder do Spryker no Brasil. Foto: Divulgação.

Recentemente, a empresa recebeu o primeiro aporte de investimento Série A. Além da Project-A, fundo de venture capture alemão, o Spryker recebeu aporte do fundo Cherry Ventures.

“A arquitetura robusta é uma das principais vantagens da plataforma. Isso permite uma plataforma extremamente enxuta e flexível, abrindo caminho para a inovação dentro do negócio de e-commerce. Nosso foco no Brasil são as empresas de médio e de grande porte que já são ou querem tornar-se referência no seu setor", afirma Klederson Bueno, founder do Spryker no Brasil.

Bueno possui mais de 17 anos de experiência em TI e foi CTO Global na Rocket Internet antes de integrar na Spryker como CTO e founder local. Ele trabalhou em posições gerenciais em empresas consolidadas e startups como Clickbus, Ci&T, Privalia e Coquelux.

O Spryker nasceu da experiência e do desenvolvimento da plataforma de mais de 100 e-commerces e startups globais dentro de fundos como Rocket e Project-A.

Fabian Wesner, CEO Global da Spryker, atuou por muitos anos como CTO Global da Rocket Internet e da Project-A, e, segundo ele, devido à falta de software adequado no mercado desenvolveu as plataformas de e-commerce que ainda hoje são utilizadas nestes fundos. 

A Project A Ventures nasceu há pouco mais de três anos em Berlim como uma nova categoria de empresas hoje conhecida como company builder, um misto de Venture Capital e desenvolvimento de empresas. 

A empresa chegou ao Brasil em junho de 2012, liderada por Olivier Raussin, CEO para América Latina, e conta hoje com um aporte de mais de R$ 260 milhões dos grupos Otto e Axel Springer para participar do desenvolvimento do ecossistema de internet e mobile no Brasil e na Alemanha. 

Por enquanto, a empresa conta com outras empresas em seu portfólio brasileiro: Natue, e-commerce de produtos naturais e saudáveis; eVino, e-commerce de vinhos no modelo de flash sales; ESV Digital, agência de marketing digital; Intelipost, software gateway de logística; e Pró-Compra, plataforma que conecta pessoas e pequenas empresas de serviços.

Júlia Merker