Eduardo Gouveia, presidente da Alelo e líder do projeto da Livelo. Foto: Divulgação.

O Livelo, programa de fidelidade criado por Bradesco e Banco do Brasil, lançou hoje sua plataforma de resgate de pontos. 

Com mais de 10 milhões de usuários vindos da base dos dois bancos, a empresa tem um marketplace próprio para reunir produtos e serviços que podem ser resgatados com pontos Livelo. 

Na plataforma, os clientes também podem comparar os valores necessários para a aquisição do produto em diferentes parceiros, podendo optar por aquele que se encaixar melhor em seu saldo de pontos.

“Buscamos ser a melhor opção de resgate para o cliente, com uma plataforma de fácil uso e recursos que transformarão o valor dos pontos para milhões de consumidores brasileiros”, afirma Eduardo Gouveia, presidente da Alelo e líder do projeto da Livelo. 

A Livelo chega ao mercado com 15 parceiros nos quais os clientes poderão trocar pontos por recompensas. A lista é formada por nomes como Fast Shop, CNova, Satelital, Shell e M4U (recarga de celular Vivo/Claro/Tim/Oi).

Por meio da plataforma da Livelo, os clientes também poderão emitir passagens aéreas e transferir pontos para outros programas parceiros, como CVC, Dotz, Multiplus, Smiles, Azul, Avianca e TAP. 

“A criação da Livelo cumprirá um papel fundamental ao permitir uma significativa melhoria na proposta de valor aos nossos clientes, contribuindo para um nível cada vez maior de engajamento com o banco, além da criação de valor econômico para nossos acionistas”, afirma Marcelo Noronha, diretor vice-presidente do Bradesco.

Segundo Raul Moreira, vice-presidente de negócios de varejo do Banco do Brasil, a maior capacidade da Livelo nas negociações com fornecedores de produtos e serviços também representará um ganho relevante para os clientes. 

“A Livelo foi estruturada com o objetivo claro de geração de valor para o consumidor. Pretendemos ressignificar o valor que os pontos podem ter na vida dos nossos clientes”, diz o executivo.

Em seu marketplace, a Livelo permitirá o uso do modelo “Pontos + Dinheiro” para a compra de qualquer produto ou serviço. Com isso, a empresa espera estimular que todos os perfis de consumidores possam trocar pontos por recompensas.

Clientes que têm cartões do Bradesco e do Banco do Brasil poderão acumular pontos em uma única conta Livelo.

Em uma segunda etapa prevista também para 2016, a Livelo iniciará o modelo de coalizão, por meio do qual os clientes passarão a ter novas fontes de acúmulo no varejo. Além dos pontos vindos dos cartões de crédito do Bradesco e do Banco do Brasil, os clientes também ganharão pontos do estabelecimento onde efetuaram a compra sempre que a loja for um parceiro de coalizão.

“A Livelo funcionará como uma ferramenta de CRM para esses estabelecimentos, ajudando-os na tarefa de fidelizar clientes”, explica Gouveia. 

Para poder trocar pontos por recompensas na plataforma Livelo, os usuários dos programas Bradesco Fidelidade ou Ponto para Você, do Banco do Brasil, precisarão ativar uma conta na Livelo.

As empresas que compõem a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) registraram em 2015 faturamento bruto de pontos de R$ 5,04 bilhões, um crescimento de 27,1% em relação a 2014. 

O número de cadastros de participantes ultrapassou a marca dos 70,7 milhões no 4T15, um crescimento de 20% em relação ao mesmo período de 2014.

Em 2015, foram emitidos 176,5 bilhões de pontos/milhas, valor 6% superior ao do ano anterior.  As informações são referentes a cinco das maiores companhias do segmento: Dotz, Grupo LTM, Multiplus, Netpoints e Smiles.