Eduardo Sirotsky Melzer, presidente da RBS e sócio da e.Bricks Ventures.

O e.Bricks, fundo de investimento em tecnologia capitaneado pelo grupo de comunicação gaúcho RBS, está ultimando um novo fundo com recursos totais de R$ 300 milhões.

De acordo com o Valor Econômico, o foco serão “tecnologias se mostrem capazes de ajudar a melhorar a qualidade em áreas essenciais”. 

O foco não é lá muito claro, os segmentos também são bastante amplos: saúde, educação, serviços financeiros e para pequenas e médias empresas.

Uma informação nova trazida pela matéria do jornal paulista é que o fundo é controlado  pelas famílias Sirotsky, da RBS, e Szajman, do Grupo VR, atuante nas áreas de benefícios como vale-refeição, além de negócios na área financeira e do setor imobiliário.

O fundo ainda está captando (não foi revelado qual é o capital inicial das famílias) e deve começar a operar no final de julho.

O primeiro fundo da e.Bricks Ventures, de R$ 100 milhões, foi lançado no fim de 2013 e fez investimentos em 16 empresas. 

No final do ano passado, uma participante importante do porfólio, a Pontomobi, especializada em mobile marketing, foi vendida para a Dentsu Aegis Network (DAN).