Igreja matriz de Gaspar.

Gaspar, município de 63 mil habitantes em Santa Catarina, é a primeira cidade catarinense a usar um software da MV Sistemas para fazer a gestão dos serviços de saúde.

Implementado em três meses, o sistema hoje atende 98 agentes de saúde comunitários.

Eles estão registrando eletronicamente o cadastro de domicílios e famílias e os profissionais da atenção básica e fazendo uso do prontuário eletrônico para armazenar o histórico clínico-assistencial dos pacientes.

Ao todo, são 19 unidades de saúde completamente integradas. São cerca de 25 mil consultas e mais de 36 mil procedimentos ambulatoriais por trimestre.

A MV é uma das maiores empresas de software para saúde no país, mas tem uma presença relativamente pequena em municípios, que costumam ser atendidos por players especializados.

São cerca de 170 clientes no segmento, a maior delas Santos, em São Paulo. A lista inclui também Votuporanga-SP, Toledo-PR, Osório-RS e Santa Maria-RS.

Quando o assunto são hospitais, a companhia atende 1 mil instituições, totalizando 375 mil usuários.

A MV é uma das maiores empresas de software para saúde no país, tendo tido receita líquida de R$ 161 milhões em 2014, uma alta de 20% frente ao ano anterior.

Sobre o ano passado, a MV afirma que "superou expectativas", mas só divulgou a receita bruta (R$ 175 milhões), o que não permite calcular crescimento percentual.