Feevale mira na economia criativa. Foto: flickr.com/photos/criscris

A Incubadora Tecnológica da Feevale - ITEF, localizada no Parque Tecnológico do Vale do Sinos (Valetec), em Campo Bom, está selecionando novos projetos ou empreendimentos focados na área da Economia Criativa para processo de pré-incubação.

O espaço busca empreendedores que apresentem projetos nas áreas de audiovisual, novas mídias e design de moda e produto.

“O empreendedor não permanecerá com a sede da empresa no Núcleo de Extensão Universitária da Feevale, mas poderá receber todos os serviços da Incubadora. Desta forma, atenderemos um número maior de empreendimentos”, diz Alexandre Dias Stroher, coordenador da ITEF.

As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de agosto, por meio de formulário disponível no site www.feevale.br/incubadora. O edital completo pode ser conferido pelo mesmo endereço. Mais informações pelo e-mail incubadora@feevale.br ou telefone (51) 3597.5800.

ECONOMIA CRIATIVA EM ALTA
A economia criativa – ou indústria criativa, como preferem alguns – é um assunto em alta no Rio Grande do Sul hoje em dia.
 
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação alocou R$ 7,7 milhões em um edital de fomento da indústria criativa que tem como estados pilotos o Pernambuco e o Rio Grande do Sul.

Eles devem ser destinados a uma universidade com um parque tecnológico interessada em criar um laboratório com recursos para uso compartilhado por empresas do setor.

Um dos possíveis candidatos é a própria Feevale que, além da incubadora, já anunciou o lançamento do primeiro curso de mestrado em indústria criativa

A outra é a PUC-RS que montou no Tecnopuc em Viamão uma operação chamada Tecna, focada em vídeo, animação e jogos. Já foram instalados no local alguns laboratórios da Famecos, faculdade de comunicação da PUC-RS, a um custo de R$ 300 mil.