ADP cresce em 2014. Foto: divulgação.

A ADP, empresa global de soluções de RH e folha de pagamento, registrou alta de 8% em seu faturamento no ano fiscal 2014 e alcançou receita de US$ 12,2 bilhões no período. Em 2013, a ADP havia faturado US$ 11,2 bilhões.

O lucro líquido cresceu 8% ao longo do ano fiscal de 2014, passando de US$ 1,4 bilhão para US$ 1,5 bilhão. O lucro diluído por ação proveniente de operação contínua teve alta de 11%, passando de US$ 2,79 em 2013 para US$ 3,11 em 2014.

“Esses números positivos são resultado de um processo de inovação constante em nossas soluções e de um atendimento atento e de qualidade a nossos clientes em todo o mundo”, afirma o vice-presidente financeiro para América Latina da ADP, Breno Madeira.

De acordo com a ADP, o Brasil, maior mercado da companhia na América Latina, teve papel importante nos números da empresa. Hoje, são gerenciados mais de 3,2 mil clientes no Brasil e a companhia conta com 1,1 mil colaboradores no país.

Para 2015, a perspectiva da empresa é manter o ritmo de crescimento em 2015 entre 7% e 8%, apostando no Brasil e na América Latina, mercados proeminentes no crescimento atual da companhia.

A ADP Brasil também é a responsável pela expansão da empresa pelo mercado latino-americano, movimento que ganhou força com a aquisição da Payroll em julho de 2013.

“Com a aquisição, passamos a atuar em toda a América Latina, levando nossa experiência e especialização para outros países e tornando nossa unidade  extremamente estratégica para os negócios globais da companhia”, afirma o presidente daADP Brasil, Cesar Marinho.

Um dos destaques globais do ano foi o crescimento do número de clientes que usam as soluções em nuvem da ADP, comprovando a tendência de busca por mobilidade e flexibilidade no acesso a dados. Hoje, 430 mil empresas no mundo contam com ferramentas da companhia baseadas em Cloud.

No Brasil, as soluções para folha de pagamento e Recursos Humanos da ADP estão disponíveis em uma plataforma web.

Com sede em New Jersey, nos Estados Unidos, a ADP tem 64 anos de existência, desses, 47 no mercado brasileiro. São aproximadamente 600 mil clientes atendidos pelos 51 mil colaboradores.

No ano fiscal de 2013, a empresa americana teve um faturamento global de US$ 11,31 bilhões.

A companhia que processa mais de 48 milhões de holerites por mês, em 125 países, prevê um crescimento da receita de cerca de 7%. Só no Brasil são emitidos aproximadamente 700 mil holerites todo mês.

No Brasil, há sete unidades responsáveis pelas soluções de RH de cerca de 2,7 mil empresas: Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte e Ribeirão Preto.