UTENSÍLIOS

O século XXI e o novo modo de cozinhar

15/09/2020 10:04

Da descoberta do fogo à criação do micro-ondas: o jeito de preparar comida mudou, e estar atento a isso é muito importante.

Tamanho da fonte: -A+A

Na época em que os seres humanos ainda viviam em cavernas, a sobrevivência era mantida com muita dificuldade. Não tinham proteção física nenhuma que os separasse do restante dos animais, conforto algum e nenhuma qualidade culinária. Antes do descobrimento do fogo, os alimentos eram em sua maioria vegetais e, quando carnes, oriundas da caça, eram consumidas cruas, o que ajudava a proliferação de doenças e pragas.

Felizmente, com o passar dos anos, esse modo de culinária foi substituído por outro quando o homem aprendeu a dominar a técnica do fogo. Podendo cozinhar seus alimentos, o ser humano pode então se desenvolver fisicamente e, é claro, ter mais qualidade de vida, já que, além da comida, teve oportunidade de se aquecer e adquirir mais proteção.

No decorrer do tempo, a evolução não parou. Apesar da descoberta do domínio da técnica do fogo, assim como em todas as outras áreas da civilização, a culinária foi se modificando conforme as viradas de páginas do calendário. Depois de adquirir a habilidade de conseguir cozinhar os alimentos antes de consumir, as refeições começaram a ser preparadas com especiarias. Nessa época ainda, já com as civilizações e sociedade formadas, alguns países ocidentais começaram a tentar chegar, a todo custo, à Índia, pois lá era o centro do comércio de temperos. 

Avançando na linha do tempo, depois das Revoluções Industriais, época em que o mundo todo se desenvolveu, Thomas Ahearn, cidadão canadense, teve a brilhante ideia de trazer à vida o que hoje chamamos de fogão. Este, que atualmente não é mais um grande símbolo do desenvolvimento humano, era uma magnífica ferramenta que possibilitava o cozimento de alimentos mais rápido e com mais praticidade, valores esses que predominaram no século XIX.

Com as habilidades humanas que foram surgindo, novas tecnologias foram sendo aperfeiçoadas para a melhor qualidade de vida das pessoas. Não só celulares e computadores, ferramentas também foram sendo implantadas na culinária. Assim como o fogão, contamos com vários eletrodomésticos que hoje em dia são indispensáveis na hora de cozinhar. 

Micro-ondas, forno, panelas antiaderentes, formas, batedeiras, liquidificadores... Com o passar dos anos, fomos adquirindo utensílios domésticos que são essenciais agora para o preparo dos alimentos. Como fazer um bolo de cenoura sem um liquidificador? Atualmente, essas novas ferramentas são partes ativas e diretas no preparo das refeições.

Com o surgimento dessas ferramentas, muitas atividades são desempenhadas não mais manualmente, mas agora eletronicamente. Por terem diversas funcionalidades, essas tecnologias são, cada uma, desenvolvidas para suprir uma necessidade no cotidiano da culinária. O micro-ondas, por exemplo, que surgiu na Segunda Grande Guerra com um intuito que não tinha relação alguma com a cozinha, após um chocolate derreter no bolso de Percy L. Spencer, engenheiro da época, hoje é usado para esquentar alimentos já prontos, como também preparar alguns específicos. 

Não só como uma coisa boa que a tecnologia eventualmente nos trouxe, os utensílios domésticos são muito importantes no cotidiano das pessoas hoje em dia. Como a vida está sempre muito corrida com trabalho e outros afazeres que consomem muito tempo, os utensílios adquiriram função de tornar o preparo da comida mais rápido e com mais qualidade.

Por estarem, diferentemente de antes, inseridas no mercado de trabalho, as mulheres não têm mais tanto tempo para passar em frente ao fogão. Por isso, a obrigação doméstica do preparo dos alimentos deixou de ser uma função feminina e passou a ser dividida entre os cônjuges. Ainda nessa busca do mais rápido, melhor e mais prático, os casais, quando estão montando enxoval ou até mesmo quando precisam de um utensílio mais atual ou melhor, se deparam com a dura realidade de escolher o produto com melhor custo-benefício de acordo com as suas necessidades. 

Essa tarefa que parece ser simples, pode ser muito difícil se analisada com relação aos valores. De altos custos, os utensílios de cozinha passaram a ser produtos, por mais que de muita necessidade, de luxo. Vale ressaltar ainda, que não só em decorrência da pandemia, mas também do mundo altamente digital que vivemos, as compras são, principalmente, feitas pela internet, o que significa que o consumidor não tem a oportunidade de pegar o produto em mãos para verificar a qualidade e a funcionalidade deste. Nesses casos, os compradores devem confiar em avaliações no meio digital, para que seja analisado se aquela compra é ou não viável.

Pensando nisso, o site Cozinha Blog, trouxe uma plataforma totalmente voltada para reviews de utensílios de cozinha. Segundo Rafael Silva, criador do site, “Não só por termos muitas variedades desses produtos que podem ser encontrados nas lojas, no Brasil ainda contamos com uma grande defasagem no que tange às avaliações sobre eles. E é aí que entra o Cozinha Blog. Com os melhores reviews de equipamentos de cozinha, a plataforma tem dezenas de análises que podem ajudar na hora da compra de um equipamento doméstico. Não só aos casais, profissionais de culinária também têm grandes vantagens na hora de acompanhar qual o melhor utensílio para o seu serviço. Acesse o site e confira as enormes mudanças que o mundo de ferramentas gastronômicas tem para você. Conheça o CozinhaBlog: https://cozinhablog.com/