Christian Pedersen, Chief Product Officer da IFS. Foto: Divulgação.

A IFS, multinacional sueca de sistemas de gestão, gerenciamento de serviços e gestão de ativos (EAM), agora faz parte da OpenAPI Initiative (OAI), organização que busca padronizar a oferta de APIS. A estrutura de governança aberta ligada à Linux Foundation tem foco na criação, evolução e promoção de um formato neutro em relação aos fornecedores. 

Como parte do movimento, a IFS desenvolveu mais de 15 mil APIs nativas que possibilitam extensão, integração e flexibilidade aos clientes e parceiros. As soluções permitem que os usuários desenvolvam e conectem diferentes extensões e fontes de dados aos sistemas da IFS.

"Com essa abordagem, a IFS está dando a seus clientes 15 mil novas maneiras de flexibilizar. É óbvio que, por mais empolgados que possamos estar por alcançar esse marco, a força por trás de nossas entregas é o nosso compromisso inabalável de oferecer opções e valor aos nossos clientes. Fornecer soluções abertas é um fator crítico para cumprir bem esta promessa”, destaca Darren Roos, CEO da IFS. 

A IFS oferece agora RESTful APIs nativas baseadas em OData (padrão que define um conjunto de práticas recomendadas para criar e consumir APIs). A novidade envolve toda sua suíte de produtos de ERP, EAM e gerenciamento de serviços. 

As APIs foram projetadas em conjunto com o novo modelo de experiência do usuário (UX, na sigla em inglês) IFS Aurena, que está disponível em todas as soluções da companhia.

O IFS Aurena foi criado a partir do mesmo conjunto de APIs que agora é oferecido aos usuários. Ele fornece uma experiência de usuário baseada em navegador e otimizada para cada função e tipo de usuário.

“Ao fornecer e usar um núcleo composto por milhares de APIs, garantimos que as APIs também agreguem valor aos nossos clientes e parceiros. Damos a eles a liberdade e o poder de moldar e ampliar suas próprias experiências com as soluções IFS, e trabalharemos lado a lado com eles usando o mesmo conjunto de APIs”, declara Christian Pedersen, Chief Product Officer da IFS.

A OpenAPI Initiative (OAI) também conta com membros como CA Technologies, Ebay, Google, IBM, Microsoft, Oracle Apiary (empresa de gerenciamento de APIs adquirida pela Oracle em 2017), além da SAP, líder do segmento de ERP, em que a IFS atua.

Mesmo menor que SAP e Oracle, com as quais disputa o mercado de ERP, a IFS consegue complementar a oferta com linhas de software de gerenciamento de ativos e gestão de serviços, importantes para empresas que lidam com ativos que precisam ser gerenciados por longos períodos de tempo. 

Assim, a companhia sueca tem foco em empresas dos segmentos de energia, óleo e gás, manufatura complexa e aviação & defesa. 

Em 2018, a a IFS fechou o ano com faturamento de US$ 606 milhões. Para 2019, a expectativa é crescer 21%. Até 2021, a companhia tem a meta de chegar a uma receita de US$ 1 bilhão.

*Júlia Merker cobriu a IFS World Conference, em Boston, a convite da IFS.