Segunda fase do aplicativo está prevista para início de 2021.Foto: divulgação.

O Grupo Tacla Shopping, conglomerado com oito empreendimentos em operação e três em construção no Brasil, lançou um aplicativo idealizado pelo Tacla Labs, braço de inovação da companhia, com investimento de R$ 1 milhão.

Chamado de Podi, o app já tem uma versão disponível, onde o usuário pode encontrar informações de lojas e restaurantes, horários de funcionamento, resgatar descontos, trocar notas fiscais por cupons para concorrer em sorteios, comprar ingressos do cinema e pagar o ticket de estacionamento. 

Outra funcionalidade é o PodiConversar, ferramenta de venda direta, que possibilita o contato com as lojas de maneira integrada com o WhatsApp, onde o cliente pode combinar a compra diretamente com o lojista.

Na segunda fase do aplicativo, prevista para início de 2021, o Podi oferecerá seu próprio marketplace, onde será possível comprar em lojas e restaurantes dos shoppings com delivery em até duas horas, em localizações no raio de entrega pré-estabelecido. 

A previsão é que o marketplace seja lançado inicialmente no Palladium Shopping Center e, em seguida, no Ventura Shopping, ambos localizados em Curitiba. 

O grupo previa lançar o aplicativo apenas em 2021, mas os prazos foram encurtados por conta da pandemia.

“O Podi é um passo muito importante nesse caminho sem volta e já estamos planejando outras soluções, que serão lançadas em breve”, adianta Gustavo Tacla, diretor de inovação do Grupo Tacla.

Por meio do app, a companhia também pretende utilizar os dados gerados para ampliar o conhecimento sobre novos comportamentos de consumo, entendendo como se antecipar às tendências e melhorar a experiência do consumidor dentro dos shoppings. 

O Grupo Tacla Shopping tem mais de 80 anos de atuação, com oito empreendimentos nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, além de duas operações em fase de construção.

Em 2019, o grupo criou o Tacla Labs, um hub de inovação com o qual já firmou parcerias como a com a Delivery Center, para implementação de hubs logísticos e integração a marketplaces como B2W, Mercado Livre, Google, Ifood e Rappi.

Além disso, o hub já disponibilizou o pagamento de estacionamentos dos shoppings do grupo via bancos digitais, implementou um projeto de lockers e desenvolveu novos sistemas de back office e gestão.

Outra entrega foi um projeto de totens de autoatendimento multiloja para realização de pedidos nos estabelecimentos de alimentação.