Maurício Fernandes, presidente da Dedalus. Foto: divulgação.

Menos de cinco meses após ser reconhecida como Advanced Consulting Partner da Amazon Web Services no mundo, a paulista Dedalus acaba de ser certificada como APN Premier Consulting Partner da divisão de cloud computing da Amazon.

A certificação valida os serviços da Dedalus em infraestrutura de nuvem (IaaS) da AWS, hospedagem de servidores e aplicações, backup e armazenamento, entrega de conteúdo, hospedagem de banco de dados, web e outros.

Conforme Maurício Fernandes, presidente da Dedalus, a empresa é o segundo maior parceiro da AWS no mundo em volume de vendas, com clientes do porte de Pão de Açucar e Anhanguera.

“Projetos em nuvem também necessitam de apoio especializado, consultoria, migração e gestão. E estes são componentes que desenvolvemos”, destaca o executivo.

A certificação da companhia segue o que dá indícios de estar se encaminhando como um plano de fortalecimento de canais.

Há pouco, a Softtek, especializada em serviços de TI no conceito nearshore, firmou parceria com a empersa para oferecer as soluções em nuvem por meio de seu Centro de Excelência na Nuvem (CcoE, do inglês cloud center of excellence).

A oferta inclui arquitetura e consultoria de soluções, desenvolvimento, migração e suporte de aplicações e serviços gerenciados AWS.

Com isso, a divisão da Amazon ganhou reforço na América do Sul e Caribe, com aval de um parceiro que tem 30 escritórios nestas regiões, além de América do Norte, Europa e Ásia.
Parceira da vez, a Dedalus também tem trabalhado na expansão via canais.

Em setembro do ano passado, a companhia estabeleceu uma representação em Florianópolis para expandir sua atuação no Sul com base na oferta de AWS e também Google Apps e serviços de migração, treinamento e suporte em português.

A regional foi a primeira fora de São Paulo, dentro de um plano de retomada de representações locais da companhia, que na década de 90 trabalhava como parceiro da Sun Microsystems (hoje pertencente à Oracle) e chegou a ter 23 escritórios em todo país, incluindo as três capitais do Sul.

Com o fim da parceria, a Dedalus enxugou a estrutura à sede, onde hoje emprega 90 colaboradores que atendem a 400 clientes, ou mais de 550 mil usuários de suas soluções em nuvem, o que em 2012 rendeu faturamento em torno de R$ 25 milhões, alta de 56% sobre o ano anterior.

Em 2013, a meta é expandir a regionalização para o Centro-Oeste.