Grandes empresas aderem ao Facebook para comunicar-se com seu público. Foto: flickr.com/photos/vincos

A agência de relações públicas Burson-Marsteller anunciou os resultados do segundo estudo Latin America Social Media Check-up e aponta que 88% das maiores empresas do Brasil estão presentes nas redes sociais.

A análise é feita a partir das 25 maiores – em faturamento – da América Latina. Entre as empresas citadas pela pesquisa estão Skol, Petrobras, Guaraná Antártica, Odebrecht, Movistar e Banesco. As plataformas mapeadas foram Twitter, Facebook, YouTube, blogs e o Google Plus.

O percentual das companhias que estão nas redes sociais representa um aumento de 25 pontos percentuais desde 2010. O índice está acima da média da América Latina, de 65%, e global, de 87%.

O Twitter se destacou como a plataforma que mais cresceu, sendo utilizado por 53% das empresas analisadas na América Latina, contra 50% do Facebook.

Desde 2010, a média de seguidores por perfil corporativo analisado saltou de cerca de 19 mil para quase 67 mil.

Conforme o estrategista de mídias digitais da Burson-Marsteller, Cely Carmo, é possível notar que as empresas têm desenvolvido perfis diferentes para suas várias marcas, o que permite que elas dialoguem com públicos específicos em mercados bem definidos.