A Chipus é especializada no desenvolvimento de projetos de chips. Foto: Divulgação.

Especializada no desenvolvimento de projetos de chips, a Chipus Microeletrônica, de Florianópolis, obteve recentemente a certificação ISO 9001:2015. 

Com grande parte de sua atuação concentrada no mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos, Europa e Ásia, a empresa brasileira criada em 2008 possui, agora, mais um reconhecimento sobre a qualidade das soluções entregues aos seus clientes.

A ISO 9001 é uma norma de padronização organizacional aplicável a um determinado produto ou serviço e, ainda, um conjunto de práticas de gestão, reconhecida internacionalmente. 

No caso da Chipus, foi aplicada no desenvolvimento de projetos de circuitos integrados. 

“A certificação atesta para o mercado que estamos preocupados em entregar os nossos serviços de forma padronizada e, por consequência, com a qualidade esperada pelo cliente. Internamente, a implantação do sistema está nos ajudando na gestão dos nossos processos, tornando-os mais eficientes, focados na entrega ao cliente e melhorando-os de forma contínua”, ressalta Paulo Augusto Dal Fabbro, diretor técnico e de operações da Chipus.

Desde fevereiro de 2016 a Chipus vem trabalhando em seu sistema de gestão da qualidade, contando com uma consultoria externa com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/SC). 

“Durante este tempo, de aproximadamente dois anos, o sistema foi sendo aprimorado e entendemos que, agora, estava maduro o suficiente para solicitarmos a certificação”, complementa Vanusa Uller, diretora financeira da Chipus.

No final do ano passado, a Chipus Microeletrônica anunciou o recebimento de uma nova capitalização de R$ 6,5 milhões, incluindo um round de investimento liderado pelo Fundo Criatec II, cujo principal cotista é o Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES). 

Essa foi a segunda vez que a Chipus foi investida pelo fundo; a primeira foi em abril de 2016.