CARREIRA

Lucas, ex-Microsoft, está na SND

16/01/2020 13:58

Executivo experiente vai liderar a área focada em nuvem e Indústria 4.0 da distribuidora.

Adilson Lucas.

Tamanho da fonte: -A+A

Adilson Lucas, executivo com uma passagem de quase de uma década pela área de cloud e hosting da Microsoft, acaba de assumir como head of Cloud and New Business da distribuidora SND.

Lucas conhece bem a SND, à qual atendeu como consultor na formação do projeto de computação em nuvem da empresa.

Agora o executivo vai liderar a oferta de soluções multicloud, principalmente por meio de parceiros que operem com Azure e outros produtos Microsoft, e o portfólio de soluções rumo à indústria 4.0.

“Adilson Lucas é um profissional estratégico nesse processo, já que tem larga experiência em Cloud e está atualizado ao novo conceito da distribuição, que é tornar a alta tecnologia acessível às empresas pela oferta de soluções completas formada por produtos e serviços”, afirma José Bublitz, presidente da SND.

No mercado desde 1992, Lucas também tem passagem pela área de vendas para o setor público da Cisco, e empresas como Optiglobe, um dos primeiros data centers na América Latina, adquirido pela Tivit, AT&T e Promon.

A SND foi fundada em 1986, sendo vendida em 2008 para grupo investidor suíço First Alliance. 

Os sócios fundadores ficaram na empresa, com o benefício de exercer uma opção de compra de 25% em cinco anos, o que acabou sendo feito em 2014, quando eles compraram a participação. Os outros 75% foram para a Inversora Gelber, um fundo uruguaio. 

Segundo o Valor Econômico revelou na ocasião, o negócio foi de R$ 53 milhões.

Na época da operação, a SND era considerada uma das cinco maiores distribuidoras de TI do país, junto com Officer, Tecdata, Ingram Micro e Avnet.

Desde então, muita água passou por baixo da ponte. 

No ano seguinte, a Officer, a maior distribuidora do país, pediu recuperação judicial, um processo concluído no ano passado e que resultou em uma empresa muito menor.

Os problemas da Officer são os problemas do segmento como um todo: fluxo de caixa alto e margens baixas, tudo em um cenário de crise econômica. 

Gigantes internacionais aproveitaram a chance para investir no país, comprando players locais: Arrow comprou a CNT Brasil, a ScanSource levou a Network1.

A SND sobreviveu ao turbilhão, mas parece difícil que os últimos anos tenham sido de muito crescimento.

Em 2014, antes da pior fase da crise econômica, a empresa falava em dobrar a receita até o final de 2015 para R$ 1 bilhão.

De acordo com dados da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (Abradisti), o segmento fechou o ano de 2015 com uma queda de faturamento de 8%. 

Em 2017 a situação começou a melhorar, com a mesma Abradisti divulgando um crescimento de 7,6% e uma previsão similar para 2018.

Veja também

DISTRIBUIÇÃO
SND mexe na diretoria

Companhia é mais uma distribuidora se ajustando aos novos tempos no mercado.

BYE BYE
Sage quer vender operação no Brasil

Negócios no Brasil devem ser vendidos até setembro. Prejuízo será grande.

COMPRA
Insight Partners adquire a Veeam por US$ 5 bilhões

Empresa suíça se tornará americana e deve acelerar projeto de nuvem híbrida.

INFRAESTRUTURA
Unoeste renova data center com Lenovo

Projeto envolve hardware da Lenovo e soluções da Microsoft e da Veeam.

SEGURANÇA
SND distribui Symantec

O canal de distribuição da empresa inclui Acorp, Ingram Micro e Westcon. 

CLOUD BROKER
Dedalus Prime é LSP da Microsoft

Empresa está habilitada para oferta e implementação de todo o portfólio da Microsoft em cloud para o mercado em geral.

DADOS
Quântico terá data center em Canoas

Investimento total chega a R$ 350 milhões em 10 anos. Foco do negócio é colocation.

TACADA
Sellmer, ex-Resource, lidera SAP na BRQ

Consultoria quer um pedaço dos negócios gerados pela migração para o S/4 Hana.

NUVEM
Google deveria comprar a Salesforce?

Para analistas de banco de investimento, seria a solução para decolar o Google Cloud.

LABORATÓRIO
Gross aposta em backup com Veeam

Negócio para garantir a segurança da informação foi com a DL Master.