A ServiceNow reforça sua presença no Brasil com a certificação da Stefanini. Foto: Divulgação.

A Stefanini acaba de se certificar no nível bronze da ServiceNow, multinacional americana de software de gerenciamento de serviços na nuvem.

A gigante brasileira de serviços de TI é um reforço e tanto para a presença da ServiceNow no Brasil, que vem crescendo desde 2015, quando a companhia contratou um country manager local.

Em julho do ano passado, a Organize, uma empresa paulista especializada em ServiceNow, se tornou a primeira companhia baseada no país a obter o nível bronze.

Presente por aqui desde 2012, a ServiceNow tem cerca de 20 canais no país, mas até então eles se dividiam em empresas locais na categoria de entrada do programa, e grandes parceiros globais como Accenture, Deloitte e IBM nos níveis superiores.

(Uma exceção a essa regra é a ProV, uma empresa americana que abriu as portas por aqui em julho do ano passado e também é bronze da ServiceNow, além de ser uma parceira da IFS e SugarCRM).

A oferta ServiceNow da Stefanini vai além da implementação do software, muito popular para gerenciamento de serviços de TI com base nas práticas de ITIL, incluindo também serviços gerenciados dentro do pacote TotalCareTM.

"Com a Stefanini TotalCare, trabalhamos para administrar, aprimorar, adaptar e desenvolver o ServiceNow para maximizar seu potencial para sua organização", explica Timothy First, líder da prática da ServiceNow na Stefanini da América do Norte. 

A ServiceNow está ganhando espaço no mercado de corporate do país. Em 2016, o Baguete revelou com exclusividade que a Gerdau trocou o software da CA pela solução da ServiceNow.

Naquele ano, a companhia tornou-se a segunda companhia no modelo de software como serviço a cruzar a barreira do US$ 1 bilhão de faturamento, depois da Salesforce. As previsões falam em chegar a US$ 4 bilhões em 2020.

Dos mais de 3 mil clientes da empresa, 230 deles são contas de US$ 1 milhão anual, sinalizando grandes implantações.