Fabricio Bloisi, CEO da Movile. Foto: Divulgação.

A Movile, que atua com marketplaces móveis, acaba de realizar um investimento na fintech Zoop, uma plataforma aberta para pagamentos e serviços financeiros. 

De acordo com a Reuters, o aporte na fintech foi de US$ 18,3 milhões.

A Zoop permite que empresas criem soluções personalizadas de pagamento no modelo white label, o que significa que qualquer e-commerce, aplicativo de conteúdo ou fornecedor de soluções comerciais pode usar a tecnologia para criar seus próprios serviços, incluindo o processamento de cartões de crédito e débito nos terminais POS.

"O mercado de pagamentos está em alta no Brasil, isso é demonstrado pelo surgimento e consolidação de empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros como a Nubank e o IPO de sucesso da PagSeguro na Bolsa de Valores de Nova York. Existe um enorme potencial de crescimento dentro deste setor, em toda a América Latina", comenta Fabricio Bloisi, CEO da Movile. 

Focada no mercado B2B no Brasil e impulsionada pelo surgimento de novos serviços digitais e marketplaces, a Zoop atua com empresas que já estão orientadas para o mobile e também com negócios que desejam migrar para este modelo. 

"A Movile estava à procura de um parceiro de pagamentos que tivesse flexibilidade e tecnologia para nos apoiar em todos os nossos negócios nos mercados atuais, além de ajudar a conectar todas as nossas empresas e parceiros com uma vantagem competitiva, concentrando-se em O2O (online para offline)", acrescenta Bloisi.

A Zoop foi criada em 2013 e conta com pouco mais de 50 funcionários. 

"Na prática, os parceiros da Zoop podem criar suas próprias soluções usando mais de 160 APIs disponíveis e oferecer serviços financeiros de forma segura e econômica. A plataforma foi projetada e construída de forma modular, o que permite uma escalabilidade extrema e flexibilidade, ajudando clientes nos aspectos regulatórios, legais e tecnológicos de seus produtos", explica Rodrigo Miranda, CTO e co-fundador da Zoop.

Com o investimento, as empresas do grupo Movile (que reúne nomes como iFood, PlayKids, Sympla e Rapiddo) poderão oferecer soluções de pagamento. Assim, um dos principais planos é lançar uma maquina de pagamento do iFood.

"Implementar uma nova solução de pagamento construída com a tecnologia da Zoop está em linha com um dos nossos principais objetivos como empresa: melhorar o gerenciamento de negócios de nossos restaurantes parceiros. Os restaurantes terão, em média, um crescimento de 50% no GMV usando a nova plataforma nos três primeiros meses", diz Thomas Barth, chefe de tesouraria e pagamentos da iFood, que agora assume a função de head de pagamentos do grupo Movile.

Em dezembro, a Movile, que levantou US$ 82 milhões em um novo aporte de capital. Desde sua fundação, a Movile já captou mais de US$ 250 milhões. 

A quantia recebida ao longo dos anos foi utilizada para concluir mais de 20 fusões, aquisições e investimentos em startups como PlayKids, Sympla, iFood, Rapiddo, MapLink, Apontador, SuperPlayer, entre outras.

A Movile atua no Brasil, Estados Unidos, França, México, Colômbia, Peru e Argentina, com 1,6 mil funcionários.