A Alesp tem um orçamento anual de R$ 1,3 bilhão. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) contratou a Elotech, empresa paranaense de software de gestão pública, para implantar um sistema de gestão integrada na instituição.

Como se trata de um órgão público, a compra de sistemas da Elotech foi realizada por meio de licitação em dezembro do ano passado e faz parte do projeto Alesp Moderna, que visa aprimorar os controles internos e agilizar a administração da Assembleia.

A ideia é permitir a integração de diversas áreas, como contabilidade, financeiro, planejamento orçamentário, suprimentos, almoxarifado e patrimônio.

Além disso, a Alesp busca economia e transparência dos processos, redução de papel impresso e identificação de gastos desnecessários a longo prazo.

“Nós da Elotech fomos premiados com essa parceria estabelecida e não mediremos esforços para transformar o Projeto Alesp Moderna em um case de sucesso nacional”, afirma Leandro Souza, gerente de projetos da Elotech.

No último dia 2 de março, representantes da companhia apresentaram à Alesp os fluxos nos quais o sistema auxiliará.

“É uma honra ter a Elotech como parceira na implementação desses sistemas que trarão muitos benefícios para a Assembleia Legislativa e para o estado de São Paulo. Vamos agilizar processos, evitar retrabalho e ter uma base de dados mais confiável e dinâmica”, destaca Osvaldir Barbosa de Freitas, diretor do departamento de Finanças da Alesp.

Atuando há mais de 35 anos, a Elotech tem sede em Maringá, no Paraná, e oferece soluções voltadas aos segmentos de educação, saúde, social, recursos humanos, administração, arrecadação e contabilidade.

A companhia conta com 550 clientes em sete estados. Entre eles, estão instituições como a Câmara Municipal de Cascavel (PR), Prefeitura de Paulínia (SP) e Prefeitura Municipal de Teresópolis (RJ).

Criada em 1834, a Alesp está localizada em frente ao Parque Ibirapuera, na capital paulista, desde 1968. A Assembleia conta com mais de 3 mil servidores e tem um orçamento anual de R$ 1,3 bilhão.