Equipes inteiras foram demitidas por falta de conexão. Foto: flickr.com/pabak

Um estudo realizado com pequenas e médias empresas dos Estados Unidos, Canada e Reino Unido mostrou que um em cada cinco funcionários de TI foram dispensados em razão de inatividades no core da rede.

A situação foi ainda mais agravante para algumas indústrias: uma em cada três empresas do setor de recursos naturais, serviços públicos e telecomunicações, demitiu toda a equipe por conta de erros de configuração que influenciaram a rede.

É o que afirma o estudo realizado pela Avaya, constatando que 82% dos entrevistados já sofreram algum tipo de inatividade causada por falta de conexão, além disso, 80% das empresas perderam receita como consequência dessa inatividade no core da rede. A queda média chegou a US$ 137 mil por incidente.

Os resultados constatados em 2013, mostrou que um quinto de todo o tempo ocioso da rede também foi causado por erros no core.

Para Marc Randall, vice presidente da Avaya Networking, as áreas de TI das empresas precisam buscas inovações para evitar os recorrentes problemas de inatividade da rede.

"Nossos clientes imediatamente demonstram incredulidade quando relatamos que não é necessário configurar o core da rede para a implementação de novos serviços. O olhar cético muda para um de satisfação quando comprovamos a tecnologia ao vivo” comenta.

Com base nessas informações, a Avaya otimizou seu portfólio de networking, configurando automaticamente os switches de distribuição do core, permitindo que os profissionais de TI necessitem gerenciar apenas os dispositivos da ponta. A tecnologia também pode acomodar, com facilidade, os picos repentinos na capacidade da rede e, em casos de inatividade, pode recuperar-se em 1,2 milissegundos.