PARCERIA

Certi: nuvem IBM para aplicações

16/06/2015 09:22

A colaboração prevê o uso da Bluemix para o desenvolvimento de soluções com foco em big data.

A Fundação Certi firmou um acordo com a IBM. Foto: JuliusKielaitis/Shutterstock.

Tamanho da fonte: -A+A

A Fundação Certi, instituição de tecnologia e inovação com sede em Florianópolis, firmou um acordo com a IBM para utilizar plataformas da multinacional para o desenvolvimento de aplicações.

Segundo divulgou a entidade em nota, a colaboração prevê o uso da plataforma Bluemix para o desenvolvimento de soluções com foco na análise de grandes fluxos de dados (Big Data).

“A IBM possui uma plataforma mundial de ponta, com diversas ferramentas que tornam o desenvolvimento de soluções na nuvem e no Big Data mais rápido, mais seguro e com mais funcionalidades”, afirma Laercio Silva, Superintendente de Negócios da CERTI. 

Segundo a fundação, o acordo chega para reforçar as competências de sistemas inteligentes da instituição, que desde o ano passado atua como unidade credenciada da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), para o desenvolvimento desses sistemas em equipamentos eletrônicos de consumo e eletromédicos. 

Especializada no desenvolvimento de sistemas inteligentes para equipamentos eletrônicos de consumo e eletromédicos, a Certi firmou como unidade Embrapii contratos com a Fanem, fabricante nacional de equipamentos médicos e laboratoriais, e a Gnatus, multinacional especializada em produtos odontológicos com um faturamento médio anual de R$ 280 milhões. Os valores dos projetos não foram abertos.

A Embrapii foi criada em 2013 pelo governo federal com o objetivo de fortalecer a capacidade de inovação e a competitividade da indústria brasileira. Inspirada na Sociedade Fraunhofer, da Alemanha, a organização atua por meio de cooperação com as unidades credenciadas, de forma a compartilhar os riscos dos projetos com as empresas.

Fundada há 30 anos em Florianópolis, a Fundação Certi oferece desde serviços de metrologia e instrumentação até soluções em convergência digital, energias sustentáveis e economia verde, atuando em setores como saúde, educação, automotivo, TIC, petróleo e gás.

Veja também

BIG DATA
IBM vai cobrar US$ 2 mil por Twitter Analytics

Aproximadamente 100 companhias testaram o serviço ao longo dos últimos meses.

INVESTIMENTO
IBM: US$ 3 bilhões em unidade de IoT

A ideia é vender os conhecimentos em coleta e interpretação de dados em tempo real.

DIRETORIA
Marcelo Violento lidera IBM no RS

Violento iniciou sua carreira na IBM em 1991, ainda como estagiário.

AQUISIÇÃO
Tangoe compra Rivermine da IBM

Big Blue firmou acordo para vender sua divisão de gestão de despesas de telecom.

CONTACT CENTER
Flex: IBM para comunicação

 Em três meses, a empresa reduziu em 25% o volume de e-mails trocados.