Fique de olho no seu.

A Serasa Experian está oferecendo 30 dias do serviço de proteção de CPF para todos os usuários que se inscreverem no banco de dados do cadastro positivo da empresa.

 O serviço consiste em avisar os consumidores por e-mail e SMS toda vez que seu CPF é consultado por um credor.

Ele também alerta no caso de tentativa de abertura de empresa com o número do documento; se o titular estiver prestes a ser negativado ou ainda quando o consumidor sair do cadastro de maus pagadores.

Depois do período gratuito o plano anual sai por R$ 120, o semestral R$ 69,90, o trimestral R$ 39,90 e o mensal R$ 19,90.

De acordo com o indicador, entre janeiro e maio deste ano ocorreram 837.641 tentativa de fraudes de entidade no Brasil só no que vai do ano.

O cadastro positivo reúne informações sobre pagamentos liquidados e em andamento dos consumidores, sempre que autorizado pelos tomadores de crédito.

A possibilidade foi aprovada no começo de 2011, depois de anos de pressão por parte das empresas do setor de informações de crédito.

Anteriormente, o mercado tinha acesso somente os "maus pagadores", que tinham o CPF incluso na lista negativa do SCPC e Serasa.