Ninguém desgruda mais do seu tablet. Foto: www.flickr.com/photos/ebayink/

A rede de Hotéis Deville, dona de nove estabelecimentos no Brasil, adotou tecnologia de WiFi da Docomo para atender  os seus clientes.

Foi uma adaptação necessária à grande quantidade de tablets e smartphones que os hóspedes estão usando para conectar-se à Internet.

"Há cinco anos, praticamente 100% dos acessos eram feitos via notebooks, mas a realidade mudou", destaca o gerente de Tecnologia da Informação da Rede Deville, Carlo Fabiano Pereira.

De acordo com o instituto IDC (especializado em dados sobre o setor de eletrônicos), em 2013, devem ser vendidos 5,4 milhões de tablets no Brasil, enquanto, em 2012, foram comercializados cerca de 3 milhões desses dispositivos.

A projeção é que 26 milhões de smartphones sejam vendidos no país em 2016 - em 2012, foram 16 milhões.

"O Wi-Fi adotado pela Deville tem roaming, cobertura geral do sinal em todas as áreas dos hotéis e oferece um desempenho uniforme, tanto em distâncias curtas como longas", diz o gerente de TI.

Dessa maneira, o acesso à internet se mantém constante, mesmo que o hóspede esteja em movimento e existam barreiras físicas.

"A tecnologia concentra automaticamente os sinais de Wi-Fi apenas onde eles são necessários, emitindo sinais mais fortes para vencer interferências e obstáculos físicos, proporcionando uma conexão constante e confiável", explica Pereira.

 De acordo com o Barômetro de Mobilidade Empresarial do Setor Hoteleiro da América Latina, divulgado pela Motorola Solutions em 2012, 64% dos hotéis da América Latina planejam aumentar os gastos com tecnologia móvel e sem fio a fim de incrementar a experiência do consumidor, sendo que 82% das empresas consideram o bom funcionamento dessas ferramentas como vantagem competitiva frente aos concorrentes.