Rodrigo Luchtenberg

A Teiko, integradora de TI de Blumenau com o carro chefe em tecnologia de banco de dados da Oracle, e a OpenUX, companhia da mesma cidade cujo ponto forte é HP, anunciaram uma fusão, formando o Grupo Indyxa.

Com a fusão, as duas empresas, que juntas apresentaram um faturamento de R$ 20 milhões em 2015, terão mais de 100 colaboradores e passarão a atender 270 grandes clientes dos segmentos de bens e serviços em 17 estados do país.

O portfólio de tecnologia incluirá ainda Philips, Senior e SAP, das quais a Teiko é parceira, e McAfee, Microsoft, RedHat, VMware, Equinix e Fortinet por parte da OpenUX.

A nova holding tem por meta dobrar a sua carteira de clientes para 500 organizações e alcançar, até 2020, um faturamento de R$ 40 milhões, oferecendo soluções de ponta a ponta incluindo infraestrutura, governança e banco de dados.

A Teiko tem sede em Blumenau e filiais em Brusque, São Paulo e Cidade do México; a OpenUX, também sediada em Blumenau, possui filial em São Paulo e atende o mercado de Angola, na África. 

Da carteira de clientes da nova Indyxa, 57% se concentram na região Sul do Brasil, 28% no Sudeste, 6% no Centro-Oeste, 5% no Nordeste e 4% na região Norte.

O Grupo Indyxa terá como CEO Rodrigo Luchtenberg, um dos fundadores da Teiko, profissional que possui quase 20 anos de experiência no mercado de TI. 

“Como já temos uma carteira bem sólida de clientes, vamos agora ampliar e agregar ainda mais soluções em nossos serviços para atender os clientes de forma completa”, diz Luchtenberg. 

Além dele, quatro sócios-diretores compõem o board executivo da holding: os diretores Comercial e de Tecnologia da Teiko, Paulo Schorr e Djalma Zendron; e os diretores Comercial e de Operações da OpenUX, Nilton Serafim  e Velcir Finkler.