Companhia compra terceira empresa de pedidos de comida online. Foto: flickr.com/photos/thedza.

A HelloFood anunciou a compra do Peixe Urbano Delivery, ferramenta do Peixe Urbano de pedidos online.

Não foi revelado o valor da aquisição.

Essa é a terceira compra da multinacional no Brasil, onde só no último mês foram adquiridos o Jánamesa e MegaMenu.

Com as aquisições, a HelloFood já tem presença em 15 cidades do Brasil: Anel (AL), Auracária (PR), Barueri (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Campo Grande (MS), Cotia (SP), Ferraz de Vasconcelos (SP), Guarulhos (SP), Itajaí (SC), Itajubá (MG), Itapipoca (CE), Juiz de Fora (MG), Natal (RN), Niterói (RJ), Osasco (SP), Pindoba (AL), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Santa Rita do Sapucaí (MG), Santo André (SP), Santos (SP), São Bernardo do Campo (SP), São Caetano do Sul (SP), São João de Meriti (RJ), São José dos Campos (SP), São Luís (MA), São Paulo (SP), Sorocaba (SP), Taboão da Serra (SP).

“Estamos muito orgulhosos de concluir esta transação. O Peixe Urbano Delivery é uma marca respeitada e pioneira nesse setor, e que em poucos meses de operação já havia alcançado uma posição muito forte no mercado brasileiro”, explica Calegaretti.

Segundo revela a Info, até o mês passado, o braço brasileiro contava com 500 restaurantes cadastrados.

Hoje, com as três aquisições, passa a ter mais de dois mil estabelecimentos no país. A maioria está concentrada nas capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Ainda há competidores independentes no mercado, como iFood e RestauranteWeb. Ao que tudo indica, eles devem ser os próximos alvos da HelloFood.

O Peixe Urbano Delivery é o produto da aquisição pelo site de compras coletivas da mineira O Entregador, no começo de 2012. O HelloFood, juntamente com sua marca afiliada Foodpanda, está presente em 28 países.

Fundada em 2010, no auge das compras coletivas, o Peixe Urbano parece estar atravessando um período de redefinição da sua estratégia de negócios.

No final do ano passado, a empresa vendeu suas operações na Argentina, no Chile e no México.

A intenção parecia ser focar em atividades paralelas aos cupons, como uma agência de viagens, um site de reservas em restaurantes e o próprio serviço de delivery.